Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Zelensky apela a Biden por participação em cúpula de paz

    Presidente ucraniano afirma que presença dos EUA é essencial para mobilizar a comunidade internacional

    Volodymyr Zelensky em visita oficial a Bruxelas
    Volodymyr Zelensky em visita oficial a Bruxelas AGENCY POOL/ Reuters

    Phil Blenkinsopda Reuters Bruxelas

    O presidente ucraniano Volodymyr Zelensky disse nesta terça-feira (28) que se o presidente dos EUA, Joe Biden, perder a cúpula de paz organizada por Kiev, e que será realizada na Suíça no próximo mês, o presidente russo, Vladimir Putin, aplaudiria a sua ausência.

    A Ucrânia espera agrupar o maior número possível de países, numa tentativa de unir opiniões sobre como travar a guerra e aumentar a pressão sobre a Rússia, que tomou quase um quinto do território da Ucrânia. Washington sinalizou apoio, mas não disse se Biden comparecerá.

    “Sei que os EUA apoiam a cúpula, mas não sabemos a que nível”, disse o presidente ucraniano em Bruxelas, na terça-feira, numa coletiva de imprensa conjunta com o primeiro-ministro belga, Alexander De Croo.

    “(A) cúpula de paz precisa do presidente Biden e também dos outros líderes que olham para a reação dos Estados Unidos. Putin apenas aplaudirá a sua ausência – e de pé, ainda por cima”.

    Zelensky instou no domingo Biden e o presidente chinês Xi Jinping, aliado próximo de Putin e um dos principais beneficiários de sua rixa com o Ocidente, a participarem da cúpula. A Rússia, que lançou uma invasão em grande escala da Ucrânia em fevereiro de 2022, disse que vê nenhum ponto na conferência.