Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Zelensky pede que China “se junte ao mundo unido” e se oponha à Rússia

    O presidente ucraniano admitiu que "a neutralidade de Pequim é melhor" do que se a China se juntar à Rússia

    Gabinete de Imprensa do Presidente Ucraniano

    Gabby Gretenerda CNN

    Ouvir notícia

    O presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, apelou à China “para se juntar ao mundo unido” e se opor à Rússia em meio à guerra na Ucrânia.

    O presidente discutiu a China ao responder a perguntas de estudantes durante um discurso virtual na Universidade Nacional Australiana nesta quarta-feira (3).

    Zelensky admitiu que a “neutralidade de Pequim é melhor” do que se a China se juntar à Rússia, acreditando que “a nação, o povo da China fará a escolha prudente”. Ele continuou dizendo que é “importante que a China não ajude a Rússia”.

    Falando sobre a condição das relações entre Rússia e Ucrânia no futuro, Zelensky disse que “depende apenas da Rússia” e que “a questão pertence apenas a eles”.

    Este conteúdo foi criado originalmente em inglês.

    versão original

    Mais Recentes da CNN