Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    #CNNPop

    Brasileiro em Milão, Vittor Fernando destaca tendências da Semana de Moda

    Diretamente da Semana de Moda de Milão, o brasileiro compartilha dicas, tendências e destaques do evento

    Influenciador Vittor Fernando participa da Semana de Moda de Milão
    Influenciador Vittor Fernando participa da Semana de Moda de Milão Divulgação/@bientic

    Caroline Ferreirada CNN

    São Paulo

    Para aqueles que amam o universo fashion, participar de uma Semana de Moda é a realização de um sonho. Diretamente da Itália, o influenciador brasileiro Vittor Fernando, que acumula mais de 5 milhões de seguidores no Instagram, vem compartilhando sua primeira experiência na Milão.

    O evento, que teve início na terça-feira, dia 20, segue até a próxima segunda-feira, 26 de fevereiro. Por lá, ele já prestigiou o tão aguardado desfile da Diesel, marca atualmente comanda por Glenn Martens.

    Já nesta sexta-feira (23), ele acompanha a apresentação de Philipp Plein. “É um designer que já vestiu a Beyoncé e artistas brasileiras como Ludmilla, Anitta. Ele tem um super carinho com o país e eu estou animado demais. Fui para o showroom, provei os looks, vi várias peças da última coleção e montei o meu look junto com a stylist”, conta.

    À CNN, Vittor aproveitou para compartilhar a sua conexão com a cena fashionista e os detalhes do convite para o evento. Confira abaixo a entrevista completa.

    Conta para gente, qual é a sua relação com a moda?

    Desde criança, eu tenho uma conexão muito forte com a moda de um jeito artístico. Eu sempre desenhei e fazia croquis. Eu tinha certeza que seria designer, amava as revistas de moda e acompanhar os desfiles na internet.

    Acho, inclusive, que eu nunca falei sobre isso, mas minha primeira ligação com a internet, quando eu ainda era adolescente, foi justamente falando sobre moda. Eu tinha um ‘Tumblr’, onde eu postava os editoriais que eu mais amava. Por exemplo, do Alexander McQueen que se expressava de um jeito teatral e artístico. Eu falava sobre isso e tinha vários seguidores que me acompanhavam justamente para saber o que estava em alta.

    Como surgiu o convite para os desfiles? E como tem sido a experiência internacional?

    Eu fiquei muito feliz com o convite que surgiu através da Diesel, uma uma marca que eu tenho um feat, que eu uso muito e gosto. O diretor criativo me convidou, me aprovou e montou o meu look. Tem sido uma experiência maneira, eu não conhecia nem Milão, então estou aproveitando para turistar também. O que eu posso afirmar é que Milão respira moda em todas as esquinas.

    Para você, em quais aspectos a Semana de Milão se destaca?

    Eu acredito que as tendências surgem aqui. Eu acho que é onde os designers, criadores e artistas da moda aproveitam para lançar as tendências que irão se espalhar pelo mundo. Eles aproveitam para usar tudo que over e trend. Por mais que você assista a um desfile e pense: ‘ai eu nunca usaria isso por ser too much’, é justamente a partir disso que vai gerar tendência. Eles aproveitam para se expressar de uma forma não super usual, não comercial, mas artística e muito forte.

    E as escolhas dos seus próprios looks, como foi feita? 

    A escolha dos meus looks varia muito. Para o da Diesel, as opções já estavam montadas para mim. Eles entram no seu perfil para entender o que você veste, qual a sua vibe e aí o próprio diretor criativo, junto com a stylist da marca, decidem o que combina você. Tinham muitos k-idols, os ídolos da Coreia, então eu conseguia ver lá essa separação de looks muito bem pensados. O meu tinha muito a minha cara e eu fiquei super honrado.

    Já para o do Philipp, tinham várias opções e eu mesmo pude montar o look. Fui, escolhi e montei, inclusive com uma peça feminina, porque é o que eu acredito, moda não tem gênero, roupa não tem gênero.

    Já consegue cravar algumas tendências? 

    Como o desfile aqui é de Outono/Inverno, o que eu vejo de tendência, por exemplo, são as botas femininas acima do joelho. Na cena masculina, eu acredito nas jaquetas bem overs e grandes, com toucas enormes e o all jeans que já vinha se consagrando com o retorno dos anos 2000. Jeans da cabeça aos pés é uma super tendência.

    E para finalizar, quais as suas dicas para incorporar o que é visto na passarela para o dia a dia?

    É pensar em looks overs, bem too much, que se adaptem ao seu estilo. Você pode pegar uma dessas grandes composições dos desfiles e usar com uma peça chave e mais básicas.