São Paulo planeja reabertura gradual da economia e mais da manhã de 21 de abril

5 Fatos Manhã, apresentado por Tais Lopes, repercute principais notícias do Brasil e do mundo

Da CNN, em São Paulo
21 de abril de 2020 às 07:11 | Atualizado 21 de abril de 2020 às 07:13

A reabertura gradual em São Paulo, a abertura de inquérito sobre possíveis crimes no ato em Brasília e a suspensão de imigrações para os Estados Unidos estão entre os destaques do 5 Fatos Manhã desta terça-feira, 21 de abril de 2020.

São Paulo

O governador paulista, João Doria (PSDB), planeja reabrir gradualmente a economia do estado. Segundo a colunista Raquel Landim, o relaxamento das restrições deve começar pelo interior, com uso obrigatório de máscaras, em cidades mais distantes da capital paulista. O plano deve ter início em 10 de maio, data prevista para o fim da quarentena estadual.

Resposta a protestos

O procurador-geral da República, Augusto Aras, solicitou ao Supremo Tribunal Federal (STF) a abertura de um inquérito para apurar possíveis crimes cometidos durante atos em que manifestantes defenderam uma intervenção militar e o fechamento do Congresso Nacional e do STF, no domingo (19). O pedido cita deputados, mas não o presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), que discursou em um dos atos em Brasília. Já o ministro da Defesa, general Fernando Azevedo e Silva, publicou nota oficial, dizendo que "as Forças Armadas trabalham com o propósito de manter a paz e a estabilidade do país, sempre obedientes à Constituição Federal".

Estados Unidos

O presidente norte-americano, Donald Trump, afirmou na noite desta segunda-feira (20) que irá assinar uma ordem executiva suspendendo temporariamente as imigrações para os Estados Unidos, enquanto o país luta contra os efeitos econômicos e de saúde causados pela pandemia do novo coronavírus. Não está claro ainda qual o mecanismo que Trump usará para suspender a imigração nem quanto tempo ela pode durar.

Coreia do Norte

O líder da Coreia do Norte, Kim Jong Un, está em estado grave após uma cirurgia, segundo uma autoridade americana. Kim perdeu a comemoração do aniversário de seu avô em 15 de abril, o que levantou especulações sobre sua saúde. Ele foi visto quatro dias antes em uma reunião do governo. O Conselho de Segurança Nacional e o Gabinete do Diretor de Inteligência Nacional se recusaram a comentar o caso quando procurados pela CNN nesta segunda-feira (20).

Revogação de MP

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) informou nesta segunda-feira (20) que revogou a medida provisória (MP) 905, que tratava do chamado Contrato Verde e Amarelo. A MP, que foi editada com o intuito de incentivar a contratação de jovens de 18 a 29 anos, caducaria nesta segunda, e, para continuar vigorando, precisava ser aprovada pelo Senado. Segundo Bolsonaro, a revogação da MP 905 foi feita "mediante entendimento" com o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), que sugeriu sua reedição no domingo.

Newsletter

Para receber as principais notícias todos os dias no seu e-mail, cadastre-se na nossa newsletter 5 Fatos em newsletter.cnnbrasil.com.br