Coca-Cola cria fundo para combater a pandemia e ajudar catadores

A empresa destinou R$ 45 milhões para plano de combate à Covid-19, criando um fundo para comunidades de baixa renda e catadores

Da CNN, em São Paulo
27 de maio de 2020 às 00:01

Visando ajudar durante a pandemia, a Coca-Cola destinou R$ 45 milhões para plano de combate à Covid-19, criando um fundo que está contribuindo na geração de renda mínima para comunidades de baixa renda e catadores, explica o presidente da empresa no Brasil, Henrique Braun. 

“A gente acredita que nesse momento complexo o melhor a fazer é atuar em rede, onde unimos esforços e ajudamos os que mais necessitam. Para isso, criamos um fundo garantidor de renda mínima para a população de catadores e de baixa renda em algumas comunidades.”

Leia também

Máscaras viram adorno para monumentos e estátuas Brasil afora

Comunidade em Guarulhos recebe doação em meio à crise e paralisação do aeroporto

Numa frente, o objetivo é ajudar a combater a Covid-19 em 70 comunidades de 14 estados e Distrito Federal, onde vivem cerca de 3 milhões de pessoas. Os recursos estão sendo gastos com ações de conscientização, prevenção do contágio com compra e distribuição de produtos de higiene, proteção e limpeza e compra de alimentos, bebidas e cestas básicas. Para os catadores, o foco é contribuir na garantia da renda mínima a cerca de 11 mil cooperados e autônomos com R$ 600 por mês por um período de dois meses.

Além do fundo, a Coca-Cola está entregando mais de 1,8 milhão de garrafas de água para 79 hospitais de campanha e referência no tratamento da Covid-19 em todo o país, começando por São Paulo, Amazonas, Mato Grosso e estados do Nordeste. A água está sendo entregue em embalagens individuais, para atender com segurança as equipes médicas nos plantões e emergências. Houve ainda um aporte de R$ 2 milhões para compra de equipamentos para UTIs no Distrito Federal realizado pelo engarrafador da região.