Parques de SP terão agentes orientando e impedindo aglomerações, diz secretário


Da CNN, em São Paulo
12 de julho de 2020 às 13:01

Monitores e agentes de segurança dos parques do estado de São Paulo irão orientar e impedir que visitantes se aglomerem, informou o secretário de Infraestrutura e Meio Ambiente do estado, Marcos Penido. Os locais serão reabertos na segunda-feira (13), mas com funcionamento restrito somente durante os dias de semana.

Em entrevista à CNN, Penido explicou que os parques terão ações para orientar a população sobre as novas regras. "Teremos monitores ambientais, equipes de segurança e guias orientando e alertando sobre a questão de aglomeração. Nosso pessoal estará dotado de material informativo, colocaremos cartazes em todos os espaços e nossos monitores estarão com megafones alertando sobre aglomerações", explicou.

Leia e assista mais:

Visão Responde: saiba que cuidados tomar para ir a parques e academias

É mais seguro praticar esportes ao ar livre ou em academias? Médico responde

Penido disse que os parques urbanos não terão controle de acesso por número de visitantes, mas que será monitorado o comportamento das pessoas. "Iremos acompanhar o fluxo e na hora que sentirmos que está  gerando algomerações, iremos fechar os portões e esperar que as pessoas saíam para outras entrarem. A questão não é nem tanto o número de pessoas, mas o comportamento delas nesse espaço", explicou.

O secretário aproveitou para relembrar o que está permitido e proibido nos parques durante essa primeira fase de reabertura. "Estão permitidos a caminhada, todos os esportes individuais e utilização dos espaços abertos, como gramados. Fica proibido o acesso aos espaços fechados, como bibliotecas ou espaço de reuniões, acesso às quadras e equipamentos de recreação infantil, além da academia para terceira idade."

(Edição: Leonardo Lellis)