Com Covid-19, Cauan é transferido de hospital pela segunda vez

Com 70% do pulmão comprometido pelo coronavírus, cantor sertanejo foi encaminhado para o hospital Anis Rassi, em Goiânia

Da CNN
18 de agosto de 2020 às 11:49 | Atualizado 18 de agosto de 2020 às 13:29

Internado por causa da Covid-19, o cantor sertanejo Cauan, da dupla com Cleber, foi transferido pela segunda vez de hospital para tratar a doença. O estado dele é grave, mas estável, de acordo com as últimas informações. 

Ele foi encaminhado da UTI (Unidade de Terapia Intensiva) do Instituto Ortopédico de Goiânia (IOG) para o Hospital do Coração Anis Rassi – também em Goiânia, na capital de Goiás.

De acordo com os familiares, a transferência foi feita para que ele seja atendido em uma unidade de tratamento especial no novo hospital. 

Em nota, a família informou que o cantor, de 38 anos, teve "melhora clínica desde ontem à tarde" e que uma nova tomografia do tórax, realizada nesta terça, "mostrou discreta melhora do comprometimento pulmonar".

"O que nos deixa muito felizes e agradecidos a Deus, aos amigos e a todos que torcem e enviam mensagens positivas", disse o comunicado – leia a íntegra no final do texto.

Leia e assista também:
Covid-19: pneumologista explica riscos de comprometimento de pulmões
Anvisa autoriza testes de quarta vacina contra Covid-19 no país

Dupla sertaneja Cleber e Cauan
Foto: Instagram/ Reprodução

O artista está hospitalizado desde a última quarta-feira (12) e, segundo boletim médico, teve 70% do pulmão comprometido pela doença. 

Cauan faz uso de vários medicamentos, incluindo antibióticos e anticoagulantes, além de tratamento com plasma convalescente e sob oxigenoterapia contínua.

À CNN, o pneumologista Rafael Stelmach afirmou que casos de comprometimento do pulmão têm chances de recuperação total, mas também é possível que haja sequelas.

"Se a lesão pulmonar for muito agressiva, independente do percentual, pode deixar marcas como cicatrizes", explicou. Segundo ele, isso causa uma disfunção ou endurecimento pulmonar, o que pode diminuir a capacidade respiratória.

Leia a nota na íntegra:

"Cauan Máximo continua internado na UTI, com quadro grave, mas estável no momento, tendo tido melhora clínica desde ontem à tarde.

Fez nova tomografia do tórax hoje, que também mostrou discreta melhora do comprometimento pulmonar, o que nos deixa muito felizes e agradecidos a Deus, aos amigos e a todos que torcem e enviam mensagens positivas.

Cauan mantém-se em em oxigenioterapia contínua.

Agradecemos ao Dr. Wandervan e a toda a equipe médica e demais profissionais do hospital em que ele ficou até ontem, pelo ótimo tratamento oferecido.

Pedimos a todos que continuem se lembrando dele nas suas orações    .
Estamos confiantes na cura do nosso amigo Cauan

Att, Família Cleber & Cauan"

(Edição: André Rigue)