Famílias com crianças são mais impactadas pela pandemia, aponta Unicef

Foram constatados impactos em três aspectos: renda familiar; segurança alimentar e nutricional; e direito de acesso à educação

Da CNN, em São Paulo
25 de agosto de 2020 às 16:06

Pesquisa feita pelo Unicef no mês de julho mostra que crianças e adolescentes são “vítimas ocultas” da pandemia do novo coronavírus. Após mais de 1.500 famílias serem ouvidas, foram constatados impactos em três aspectos: renda familiar, segurança alimentar e nutricional, além do direito de acesso à educação.

Segundo os dados, 63% do rendimento dos domicílios diminuiu desde o início da pandemia, e 18% deixaram de pagar alguma conta, como luz, água ou gás. 

Já 52% entraram com pedido de auxílio emergencial para o governo federal.

Assista e leia também:

“É preciso dizer às crianças o que está acontecendo,” diz psicanalista

Visão Responde: Infectologista explica possibilidade de reinfecção por Covid-19

Outros 58% informaram que houve mudanças nos hábitos alimentares, com maior consumo de alimentos mais industrializados e enlatados. 

Além disso, 1 a cada 5 entrevistados disse que passou por algum momento em que todos os alimentos acabaram em casa e houve dificuldade financeira para fazer a reposição.

As crianças também tiveram prejuízo educacional. Estima-se que 9% delas não conseguiram continuar acompanhando as atividades escolares em casa, o que faz aumentar a exclusão educacional. 

(Edição: Sinara Peixoto)