Mesmo com restrições nas praias, feriado deve movimentar turismo no Rio


Lucas Janone e Camille Couto, da CNN no Rio
04 de setembro de 2020 às 14:28 | Atualizado 04 de setembro de 2020 às 23:21

A expectativa do setor hoteleiro é de um movimento maior no Rio de Janeiro no feriado de 7 de setembro.  Os hotéis da capital fluminense já registram um aumento de 50% na procura por hospedagens em relação ao mês de agosto, segundo a Associação Hotéis do Rio de Janeiro (Abih-Rj).  

A hotelaria carioca já está com uma média de 46% dos quartos reservados para o feriado, de segundo a associação. Os bairros da zona sul do Rio como Ipanema, Leblon, Leme, Copacabana estão entre as mais procuradas, com média de 59%. 

Leia também:
Rio recua em reabertura, fecha praias após aglomerações e adia volta de cinemas
Ônibus invade estação do BRT ao tentar desviar de viatura da PM no Rio

Os dados referentes ao mês de agosto, apesar de indicar uma significativa retomada do turismo na cidade, ficou com média entre 25% e 30% dos estabelecimentos ocupados. A reabertura dos pontos turísticos na capital foi uma das justificativas para o crescente número de visitantes no Rio.

Apesar da previsão de grande movimento, a população do Rio segue proibida de ficar nas faixas de areia da orla carioca por determinação da prefeitura do Rio de Janeiro. A cidade está na fase 6A da flexibilização do isolamento social e ainda não tem data para a reabertura total das praias.  

Para evitar as aglomerações na cidade do Rio, a Guarda Municipal informou que irá reforçar seu contingente com 81 agentes atuando na orla. As ações de patrulhamento e de fiscalização das infrações sanitárias acontecem em toda a cidade.

Previsão do tempo
O clima no Rio de Janeiro será estável e não há previsão de chuva no final de semana. A máxima do feriadão estava prevista para esta sexta, com 36°C.