PRF resgata 167 pássaros silvestres em duas fiscalizações de rotina

Os animais estavam sendo transportados em péssimas condições e seriam vendidos ilegalmente no Espírito Santo e no Rio de Janeiro

Caroline Louise, da CNN, em Belo Horizonte
22 de outubro de 2020 às 08:55

 

Cento e sessenta e sete pássaros silvestres identificados em situação de maus-tratos foram resgatados pela Polícia Rodoviária Federal, em João Monlevade, Sudeste de Minas Gerais e Pouso Alto, na região Sul do estado. O resgate mais recente aconteceu na quarta-feira (21), durante fiscalização de rotina.

Os policiais encontraram 17 pássaros da espécie trinca-ferro dentro de caixas de papelão no porta-malas de um carro, sem ventilação, luz e água, um dos animais já estava morto quando os policiais pararam o carro na cidade de João Monlevade com a intenção de verificar os documentos.

Leia e assista também:
Lobo-guará, símbolo da nota de R$ 200, é resgatado ferido em cidade mineira
Onça-parda é resgatada no quintal de casa em Minas Gerais
5 mil pinguins já foram resgatados no litoral brasileiro em 2020

Aves resgatadas pela PRF
Foto: Reprodução/CNN Brasil (22.out.2020)

O motorista disse que pegou os animais em Santa Rosa da Serra-MG e que eles seriam vendidos no Espírito Santo, na cidade de Lajinha dos Pancas.

A outra apreensão foi na BR-354, em Pouso Alto, no sábado (17). Cento e cinquenta pássaros das espécies trinca-ferro e coleirinha foram encontrados em gaiolas e caixas de papelão.

O motorista e o passageiro disseram que compraram os animais em Lavras-MG e que eles seriam vendidos na feira do Realengo no Rio de Janeiro.

A PRF contou que nos dois casos, após os flagrantes, foi lavrado um Termo Circunstanciado de Ocorrência. Os homens deverão responder na Justiça por crime contra o meio ambiente. Já os pássaros foram encaminhados aos cuidados da Polícia Militar Ambiental.