Conexão CNN: Operação da PF mira advogado suspeito de ‘vender facilidades’

Agentes cumprem mandatos contra Nythalmar Dias Ferreira Filho, um dos advogados criminalistas mais famosos da Operação Lava Jato

Da CNN
23 de outubro de 2020 às 11:04 | Atualizado 23 de outubro de 2020 às 11:12

No quadro Conexão CNN desta sexta-feira (23), na CNN Rádio, Leandro Resende explica a operação da Polícia Federal contra Nythalmar Dias Ferreira Filho, um dos advogados criminalistas mais famosos da Operação Lava Jato.

“Ele é investigado por ‘vender facilidades’, ou seja, por dizer para clientes que teria proximidade com o juiz Marcelo Bretas, o responsável pelos processos da Lava Jato no RJ”, explicou

Nythalmar defende diversos réus no RJ, como o ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha e os empresários Fernando Cavendish e Arthur Soares ("Rei Arthur").

Assista e leia também:
Lava Jato: PF faz operação no RJ contra pessoas ligadas à diretoria da Petrobras
PF faz operação no RJ contra fraudes e desvios em contas de FGTS e PIS
Advogado de Lula e ex-defensor da família Bolsonaro são alvos da PF; veja lista

“O Nythalmar chamou atenção quando fechou a delação premiada de Cavendish, que era dono da Delta Construtora, uma empreiteira investigada há muitos anos por integrar o esquema de corrupção liderado pelo ex-governador do Rio, Sérgio Cabral.”

No ano passado, foi feita uma representação no Conselho de Ética da Organização dos Advogados do Brasil (OAB) do RJ denunciando a conduta de Nythalmar. 

Segundo o documento, o advogado abordaria réus em meio a audiências realizadas na 7ª Vara Federal Criminal, onde Bretas atua, e oferecia seus serviços para "reduzir as penas".

(Edição: André Rigue)