PF instaura inquérito para apurar apagão no Amapá

Peritos iniciaram análise no local onde houve pane

Renata Agostini
Por Renata Agostini, CNN  
18 de novembro de 2020 às 16:57

A Polícia Federal instaurou um inquérito para apurar as causas do apagão no Amapá, segundo fontes da instituição. A investigação já está em curso e os peritos iniciaram nesta semana análises na subestação de energia onde houve a pane, em Macapá.

O inquérito foi aberto na sexta-feira, 13, depois de o Ministério da Justiça pedir a PF que analisasse um pedido feito pelo presidente do Congresso, Davi Alcolumbre. 

O senador, que é do Amapá, solicitou que a PF entrasse no caso para esclarecer se houve crime.
No ofício enviado ao Ministro da Justiça, André Mendonça, Alcolumbre afirmou que, inicialmente, houve o relato de que um raio teria provocado o apagão. Depois disso, porém, diversas notícias contestaram essa versão.

Assista e leia também:

Após 2º apagão, Bolsonaro se encontra com Alcolumbre e avalia liberação de FGTS

Problema em usina hidrelétrica causou novo apagão no Amapá, diz Eletronorte

Alcolumbre quer saber se houve sabotagem. A superintendência da Polícia Federal no Amapá está à frente da apuração. Não há prazo definido para que as investigações sejam concluídas.

Agentes da Polícia Federal
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil (18.fev.2020)