Alexandre Garcia: 'Supremo atenuou a lei sobre vacina, ficou no meio do caminho'

No quadro Liberdade de Opinião desta sexta-feira (18), o jornalista comenta a decisão do STF sobre a obrigatoriedade da vacinação

Da CNN, em São Paulo
18 de dezembro de 2020 às 10:22

 

No quadro Liberdade de Opinião desta sexta-feira (18), o jornalista Alexandre Garcia analisa a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) de que a vacina contra a Covid-19 deve ser obrigatória, mas não forçada.

"O Supremo atenuou a lei. A lei torna compulsória, e o Supremo parece que diz que essa compulsoriedade não é forçar a pessoa. O Supremo ficou no meio do caminho: decidiu que ninguém pode forçar, carregar o sujeito esperneando para a vacina, mas pode aplicar medidas restritivas. Acho que a gente não viu, está desde 6 de fevereiro na Lei 13979, assinada pelo presidente, que ela é compulsória". 

Leia também
STF decide que vacina contra a Covid-19 deve ser obrigatória, mas não forçada
O que se sabe sobre os casos de reações alérgicas à vacina contra Covid-19?
Mesmo com vacinação, Brasil não deve atingir imunidade de rebanho em 2021

O Liberdade de Opinião tem a participação de Sidney Rezende e Alexandre Garcia. O quadro vai ao ar diariamente na CNN

Alexandre Garcia no quadro Liberdade de Opinião (18.dez.2020)
Foto: Reprodução/CNN

(Publicado por: André Rigue)