STF também pediu reserva de 7 mil doses da Coronavac para o Butantan

O argumento do pedido do STF era o de "imunizar trabalhadores que desempenham papel fundamental ao país."

Da CNN, em São Paulo
29 de dezembro de 2020 às 18:38


 

Documentos obtidos pela CNN mostram que o Supremo Tribunal Federal pediu ao Instituto Butantan a reserva de 7 mil doses da vacina Coronavac para serem aplicadas em servidores da corte. 

O ofício do STF foi enviado para o diretor do Instituto Butantan, Dimas Covas,  no dia 30 de novembro, mesmo dia em que foi enviado pedido de reserva de vacinas para a Fiocruz que gerou a exoneração do secretário de Serviços de Saúde, Marco Polo Freitas. 

Leia também

Cidade de SP tem 14 milhões de seringas já em estoque

Europa: Vacina da AstraZeneca não está pronta para aprovação rápida, diz agência

Exoneração de secretário causa mal-estar no Supremo e desgaste interno a Fux

O argumento do pedido do STF era o de "imunizar trabalhadores que desempenham papel fundamental ao país". A CNN apurou que o Butantan não vai responder ao pedido e oficialmente o instituto não divulgou posicionamento sobre a pedido.

Pedido de reserva de vacinas pelo STF para o Instituto Butantan (29.dec.2020)
Foto: CNN Brasil


 (Publicado por Leonardo Lellis)