Dez cidades paulistas estão com 100% dos leitos de UTI ocupados

Considerando vagas públicas e privadas, até esta quinta-feira (21), 54 municípios tinham ocupação de leitos de UTI superior a 80%

Débora Freitas, da CNN, em São Paulo
21 de janeiro de 2021 às 23:32


O estado de São Paulo tem dez cidades com ocupação total de leitos de UTI para tratamento de pacientes com Covid-19: Itaquaquecetuba, Mongaguá, Promissão, Artur Nogueira, Itatiba, Socorro, Pirassununga, Fernandópolis, Porto Feliz e Américo Brasiliense.

De acordo com o governo paulista, os pacientes não ficarão sem atendimento, já que serão encaminhados para a cidade mais próxima com disponibilidade de vaga.

Considerando vagas públicas e privadas, até esta quinta-feira (21), 54 cidades tinham ocupação de leitos de UTI superior a 80%.

Nesta sexta-feira (21) o governo paulista vai anunciar mais uma reclassificação do plano de retomada econômica no estado.

A taxa de ocupação dos leitos de UTI na Grande SP ultrapassou os 71%. Com o crescimento dos números de casos e mortes, a região é candidata a regredir para a fase laranja, conforme já havia sinalizado o Centro de Contingência do Coronavírus no estado.

A cidade de Mauá, no ABC paulista, tinha nesta quinta-feira 70% dos 44 leitos de UTI ocupados. O município pediu ajuda ao governo do estado e ao Ministério da Saúde para habilitar mais dez vagas.

A prefeitura da cidade já decidiu que vai endurecer as regras, independentemente da reclassificação da região metropolitana de SP, como o fechamento de bares em ruas movimentadas da cidade para evitar aglomerações.

Leitos de UTI para Covid-19 em hospitais do interior de SP (18.dez.2020)
Leitos de UTI para Covid-19 em hospitais do interior de SP (18.dez.2020)
Foto: Reprodução/CNN

(Publicado por Sinara Peixoto)