São Gonçalo (RJ) vai exigir comprovante de residência em retomada de vacinação

Profissionais de saúde também devem comprovar trabalho na área no município

Cleber Rodrigues e Pauline Almeida, da CNN, no Rio de Janeiro 
10 de fevereiro de 2021 às 15:40

O município de São Gonçalo, na região metropolitana do Rio, retomará a campanha de imunização contra a Covid-19 nesta quinta-feira (11). De acordo com a secretaria municipal de saúde, as doses da Coronavac serão aplicadas em profissionais da saúde com mais de 60 anos e idosos a partir de 87 anos.

Para serem imunizadas, no entanto, as pessoas devem apresentar identidade funcional, comprovante de trabalho na área hospitalar de São Gonçalo ou comprovante de residência no município (para quem trabalha fora) e carteira de vacinação.

A mudança no protocolo acontece após a cidade suspender a vacinação nos postos, na última sexta (5), por falta de doses. Segundo o secretário de saúde, André Vargas, algumas prefeituras adotaram critérios próprios de imunização, que resultaram em uma caravana pela vacinação em São Gonçalo. 

 

“O nosso município foi, de certa forma, penalizado pelo fato dos municípios ao redor fecharem e criarem, talvez, um próprio plano, própria estratégia, a qual eu não entro no mérito, na validade ou não. Entretanto isso repercutiu com a demanda, com a migração de algumas pessoas de outros municípios pra dentro do município de São Gonçalo”, disse Vargas.

Ao todo, o segundo município mais populoso do Rio, recebeu cerca de 8.300 doses da coronavac. Para todo o estado, a Secretaria de Saúde distribuiu mais de 130 mil doses, que deverão ser aplicadas nos grupos estabelecidos pelo Plano Nacional de Imunizações.

“Será solicitado o comprovante de residência, até mesmo pra que a gente possa contabilizar quantos nós estamos vacinando que não são do município de São Gonçalo. Então, a partir de agora, faz-se necessário a solicitação do comprovante de um vínculo de trabalho com as unidades hospitalares do nosso município e/ou ser residente do nosso município e estar acima de 60 anos. Todos os pacientes acima de 87 anos também serão contemplados nessa etapa”, afirmou André Vargas. 

Locais de vacinação em São Gonçalo-RJ

Os polos sanitários Hélio Cruz, em Alcântara; Washington Luiz, no Zé Garoto; as clínicas gonçalenses do Mutondo e Dr. Zerbini, no Arsenal, e a Unidade Municipal de Pronto Atendimento (Umpa) de Nova Cidade estarão aplicando as vacinas de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, exceto no ponto facultativo do dia 15 de fevereiro e na terça-feira de Carnaval (dia 16 de fevereiro).