Vacinação em massa provoca alta na busca por imóveis em cidade do interior de SP

Moradores da cidade no interior de São Paulo começam a ser vacinados contra a doença a partir da próxima quarta-feira (17)

Produzido por Layane Serrano, da CNN São Paulo
10 de fevereiro de 2021 às 14:34

 

Os moradores de Serrana, no interior de São Paulo, começam a ser vacinados contra a Covid-19 a partir da próxima quarta-feira (17). A vacinação em massa é um projeto do Instituto Butantan para testar a redução do contágio pelo novo coronavírus em uma população.

Após o anúncio, as imobiliárias ficaram abarrotadas de pedidos de aluguel de imóveis para a temporada. A maioria das pessoas busca contratos de um ou dois meses.

Diante da situação inusitada, empresas decidiram se informar na Secretaria Municipal de Saúde sobre como proceder e, agora, além de deixar claro que contratos são de, no mínimo um ano, eles explicam aos interessados que o projeto do instituto já mapeou os moradores da cidade e que haverá o cruzamento de dados para a vacinação. Ou seja, não adianta se mudar para lá só por causa disso.

O Butantan informou à CNN que já tem boa parte dos cadastros das pessoas por meio de um censo de saúde. Menores de 18 anos, mulheres grávidas ou amamentando e quem teve febre nas 72 horas anteriores ao dia da imunização não serão vacinados.

Em entrevista à CNN, Leonardo Capitelli, prefeito de Serrana, avaliou que a situação é “bastante inusitada” e afirmou que toda a cidade está com uma perspectiva muito boa com relação a este projeto de pesquisa. De acordo com Capitelli, em oito semanas, cerca de 30 mil pessoas acima de 18 anos serão vacinadas. 

 

(Publicado por Sinara Peixoto)