Polícia é acionada e festas de 'folia clandestina' acabam em confusão no RJ

Magé e Nova Iguaçu registraram aglomerações e diversos desrespeitos às orientações de combate ao coronavírus

Thayana Araujo, da CNN, no Rio de Janeiro, e Giovanna Bronze, da CNN, em São Paulo
12 de fevereiro de 2021 às 08:18 | Atualizado 12 de fevereiro de 2021 às 13:42

A CNN obteve imagens de festas clandestinas que aconteceram em cidades da Baixada Fluminense entre a noite desta quinta-feira (11) e madrugada desta sexta-feira (12). Em Magé, as comemorações começaram com muita aglomeração e desrespeito aos protocolos de enfrentamento à pandemia. Já na cidade de Nova Iguaçu, a Polícia Militar (PM) precisou agir rápido para dispersar um bloco de Carnaval que não tinha autorização para acontecer.

Testemunhas disseram que o bloco estava cancelado, mesmo assim, os foliões combinaram de se reunir. Os bares que não concordaram em ser ponto de encontro fecharam para evitar confusão. Pessoas fantasiadas correram logo após a chegada da polícia. Para conter a aglomeração os militares usaram gás lacrimogêneo.

A prefeitura de Nova Iguaçu informou em nota que irá fiscalizar e coibir as festividades durante os dias do feriado de Carnaval. De sábado (13) até quarta-feira (17), agentes da Superintendência de Controle Urbano de Nova Iguaçu, órgão ligado à Secretaria Municipal de Segurança, estarão nas ruas para orientar e intervir em festas e blocos, com intuito de evitar aglomerações neste momento de pandemia.

Polícia foi acionada para acabar com festa clandestina de Carnaval em Nova Iguaçu (RJ)
Foto: Reprodução/Redes Sociais

A prefeitura de Nova Iguaçu disse que nenhuma atividade festiva em locais públicos foi autorizada e a população pode denunciar casos de festas de rua e aglomerações através do número 190 da Polícia Militar. Só nesta semana, a prefeitura já cancelou dois eventos clandestinos programados para o dia 14 de fevereiro, um em Austin e outro no Centro de Nova Iguaçu.

A CNN pediu nota para a Polícia Militar sobre a dispersão do bloco clandestino em Nova Iguaçu. Confira o posicionamento.

A Assessoria de Imprensa da Secretaria de Estado de Polícia Militar informa que, na madrugada desta sexta-feira (12/02), duas unidades operacionais da Baixada Fluminense foram acionadas para atuar em apoio a órgãos municipais no cumprimento da legislação sanitária decretada para coibir aglomerações de público e conter a propagação da Covid-19.

Em Austin, policiais militares do 20º BPM (Nova Iguaçu) precisaram dispersar aglomerações em dois locais do distrito. No primeiro, no Bar Los Cervejeiros, o público acatou as ponderações e encerrou o evento. Em seguida, no Bar do Babalu, os policiais precisaram empregar recursos de efeito moral para dispersar os participantes de um bloco clandestino.

Em Magé, os policiais do 34º BPM (Magé) foram acionados para intervir num evento clandestino que contava inclusive com carro de som na praça central da cidade. Os promotores do bloco aceitaram os argumentos e suspenderam a festa.

O Comando da Corporação reitera o apelo para que os cidadãos respeitem as orientações das autoridades de saúde, não promovam aglomerações e continuem denunciando ao Serviço 190 a promoção de eventos clandestinos durante esse feriado prolongado.

Polícia é acionada e festas de 'folia clandestina' acabam em confusão no RJ
Foto: Reprodução/Redes Sociais