'Cenas inadmissíveis', diz governadora do RN sobre aglomerações na Praia de Pipa

Fátima Bezerra disse quais medidas foram tomadas depois de milhares de pessoas desrespeitarem regras de distanciamento no fim de semana

Da CNN, em São Paulo
15 de fevereiro de 2021 às 22:53

A governadora do Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra (PT), afirmou à CNN, na noite desta segunda-feira (15), que medidas estão sendo adotadas para evitar que cenas como as que circulam nas redes sociais desde sexta-feira (12) - de milhares de pessoas sem máscara aglomeradas na principal avenida de Pipa, famosa praia em Timbau do Sul - continuem se repetindo neste Carnaval. 

"Hoje à tarde nossa força de segurança foi à Pipa, ao mesmo tempo em que conversei com o prefeito da cidade (Valdenicio Costa, do DEM) sobre a necessidade de que, no âmbito municipal, ele editasse um decreto disciplinando bares e restaurantes para que tanto o decreto dele quanto o do estado fossem cumpridos", afirmou Bezerra.

"Liguei para o prefeito e disse que não tinha escolha. Imagina o efeito disso daqui a duas, três semanas, num cenário onde os principais hospitais da região metropolitana estão com a lotação em torno de 100%. Eu não ia mais tolerar aquele tipo de coisa, cenas inadmissíveis, inaceitáveis, um verdadeiro desrespeito", desabafou a governadora. 

Fátima Bezerra contou à CNN o que foi definido sobre o problema. "Bares lá em Pipa só vão funcionar até 22h. As polícias Militar e Civil e o Corpo de Bombeiros estão nas ruas de Pipa com carros de som levando essa mensagem à população e distribuindo máscaras."

Fátima ressaltou que a proibição não se restringe a Pipa. "Em 2 de fevereiro baixei um decreto onde disse claramente que, diante do contexto da pandemia, se fazia necessário proibir toda e qualquer atividade relacionada ao Carnaval que implicasse aglomerações."

(Publicado por Daniel Fernandes)