'É uma impiedade não defender o isolamento social', diz prefeito de Curitiba

O prefeito da capital paranaense, Rafael Greca (DEM), decretou um novo lockdown na cidade, que dura até o dia 21 de março

Produzido por Layane Serrano, da CNN São Paulo
13 de março de 2021 às 16:36

 

Em entrevista à CNN, o prefeito de Curitiba Rafael Greca (DEM) reforçou a importância de respeitar as novas medidas restritivas na cidade, que iniciou um novo lockdown neste sábado (13) devido à alta na taxa de ocupação de leitos de UTI por conta da Covid-19.

"Precisamos de espírito de resignação, basta impiedade. É uma impiedade e incivilidade não defender o isolamento social", disse Greca. 

 

"As cidades são o endereço da vida. Se esses locais não a respeitarem, se tornarão semelhantes aos cemitérios."

O prefeito também falou sobre as possíveis negociações de vacinas de forma independente. Segundo Greca, a falta de imunizantes prejudica o avanço dessas compras, porém a ideia não é agir em desacordo com o Plano Nacional de Imunização (PNI). 

"A nossa ideia é complementar o Ministério da Saúde, não queremos competir com ninguém. Mas nós temos dinheiro, assim como muitas cidades, para pagar as vacinas ao povo." 

O prefeito de Curitiba Rafael Greca (DEM) falou sobre o lockdown na cidade (13.mar.2021)
Foto: Reprodução / CNN