Praias do Rio têm movimentação intensa em primeiro sábado com novas restrições

Fiscalização interditou 58 estabelecimentos desde que novo decreto municipal entrou em vigor

Isabelle Saleme, Isabelle Resende e Adriana Freitas, da CNN, no Rio de Janeiro
13 de março de 2021 às 13:53 | Atualizado 13 de março de 2021 às 13:55
Orlas das praias do Rio de Janeiro ficaram lotadas neste sábado (13)
Orla das praias do Rio de Janeiro ficaram lotadas neste sábado (13)
Foto: Isabelle Saleme, da CNN

A movimentação foi grande na orla da zona sul do Rio de Janeiro. Como o sol apareceu entre nuvens e os termômetros ficaram na casa dos 30 graus, muita gente aproveitou o calor na praia do Leblon. Esse foi o primeiro fim de semana depois que a prefeitura voltou a liberar a abertura dos quiosques e o trabalho de ambulantes nas praias até as 17 horas. A medida foi estabelecida em um novo decreto municipal, que passou a valer a meia-noite desta sexta-feira (12) e tem validade até o dia 22 de março. 

O novo decreto também trouxe escalonamento para início das atividades econômicas, a fim de evitar aglomerações nos transportes coletivos, e estendeu o horário de funcionamento de bares e restaurantes para até 21 horas. Após esse horário estão liberados a atuar apenas em sistema de entrega a domicílio, drive thru e entrega rápida com retirada do produto na loja (takeaway).

Depois da mudança, em apenas um dia, a Secretaria de Ordem Pública, em conjunto com a Guarda Municipal, interditou 58 estabelecimentos e aplicou 17 multas. Na semana passada, quando, também por decreto municipal, o funcionamento do setor estava proibido depois das 17 horas, os fiscais já tinham aplicado 504 multas e 47 interdições de estabelecimentos.

“Nossa avaliação desse primeiro dia de ações de fiscalização do novo decreto é positiva. Seguimos conseguindo evitar grandes concentrações de pessoas e, no geral, contamos com grande adesão da população às novas determinações da Prefeitura, em especial dos comerciantes. Continuamos pedindo a conscientização da sociedade e seguimos nas ruas realizando as fiscalizações em todo o município”, disse o secretário de Ordem Pública, Brenno Carnevale. 

Decreto Estadual

Este também foi o primeiro fim de semana depois que começaram a valer as medidas publicadas pelo Governo do Estado em Diário Oficial. A permanência de pessoas nas ruas entre 23 horas e 05 horas está proibida, assim como na capital. Além disso, o governador interino Cláudio Castro (PSC) também decidiu pelo escalonamento do horário de funcionamento das atividades econômicas para diminuir a concentração de passageiros no transporte público. 

O acesso a parques, museus e academias está restrito a 50% da capacidade e bancas de jornal e bancas de jornal não poderão vender bebidas alcoólica. Bares e restaurantes podem atuar também com metade da capacidade, até o horário limite de 23 horas. Não haverá restrições para estabelecimentos com comércio de produtos essenciais, como mercados, hortifrutis, mercearias, açougues, peixarias e panificadoras. 

As normas valem para todo o estado, mas os municípios podem adotar legislações mais restritivas e, neste caso, valerão elas, e não as estaduais.