Paulo Gustavo apresenta sinais de melhora, mas segue internado em UTI do RJ

Ator e diretor, internado por Covid-19 no Rio de Janeiro, tem evolução com o uso de pulmão artificial

Ana Lícia Soares, da CNN, no Rio de Janeiro
06 de abril de 2021 às 08:09 | Atualizado 06 de abril de 2021 às 10:13

Segundo o último boletim divulgado pela assessoria de imprensa de Paulo Gustavo, o ator continua em tratamento na unidade de terapia intensiva e fazendo uso de ECMO (Oxigenação por Membrana Extracorpórea). A técnica funciona por meio de uma máquina, que age como pulmão e coração artificiais em pacientes que estão com os órgãos comprometidos.

Desde os reajustes realizados, Paulo Gustavo tem apresentado estabilidade. A evolução clínica, de acordo com a assessoria de imprensa do humorista, foi progressiva e gerou otimismo na equipe médica.

Em entrevista à CNN, o presidente da Sociedade de Terapia Intensiva do Rio de Janeiro, Joel Tavares Passos explicou que o tratamento tem sido bastante utilizado em pacientes com grave infecção pelo novo coronavírus e apresenta alta taxa de sucesso.

"Neste mês tivemos 10 pacientes em ECMO na nossa UTI. Desses, conseguimos retirar seis pacientes. É um porcentual importante e positivo", afirmou em entrevista nesta segunda-feira (5).

Paulo Gustavo
O ator Paulo Gustavo segue internado na UTI por causa da Covid-19
Foto: Reprodução/CNN Brasil (6.abr.2021)

O médico também esclareceu que não é possível determinar por quanto tempo um paciente precisa utilizar a técnica. "[Leva] o tempo que o pulmão precisa para se recuperar e isso pode demorar um pouco. Tivemos paciente com 12 a 15 dias [de utilização], até 18 dias, que foi o máximo que tivemos aqui.”

No último sábado, o comediante passou por uma pleuroscopia e segue estável. Paulo Gustavo foi internado no dia 13 de março por Covid-19, em um hospital particular na Zona Sul do Rio de Janeiro.