Tratamento usado por Paulo Gustavo tem alta taxa de sucesso, diz médico

Joel Tavares Passos, presidente da Sociedade de Terapia Intensiva do Rio de Janeiro, falou à CNN sobre uso do ECMO, aparelho que funciona como pulmão artificial

Produzido por Camille Couto, da CNN, no Rio de Janeiro
05 de abril de 2021 às 12:44 | Atualizado 05 de abril de 2021 às 14:45

Presidente da Sociedade de Terapia Intensiva do Rio de Janeiro, Joel Tavares Passos explicou à CNN o tratamento por ECMO, sigla em inglês para "oxigenação por membrana extracorporal", utilizado pelo ator Paulo Gustavo. Internado por Covid-19, o artista ainda apresenta quadro grave.

Segundo Passos, o tratamento tem sido bastante utilizado em pacientes com grave infecção pelo novo coronavírus e apresenta alta taxa de sucesso. "Neste mês tivemos 10 pacientes em ECMO na nossa UTI. Desses, conseguimos retirar seis pacientes. É um porcentual importante e positivo", afirmou em entrevista à CNN nesta segunda-feira (5).

O médico também esclareceu que não é possível determinar por quanto tempo um paciente precisa utilizar o ECMO, que funciona como um pulmão artificial. "[Leva] o tempo que o pulmão precisa para se recuperar e isso pode demorar um pouco. Tivemos paciente com 12 a 15 dias [de utilização], até 18 dias, que foi o máximo que tivemos aqui.

Paulo Gustavo

Paulo Gustavo foi internado no dia 13 de março por Covid-19. Ele vinha em uma evolução favorável, porém, na última sexta-feira (2), o quadro clínico do artista piorou e ele precisou ser submetido a um tratamento conhecido como oxigenação extracorpórea (pulmão artificial). O objetivo da terapia é auxiliar a atividade pulmonar.

Em nota, a assessoria de Paulo Gustavo afirmou que o quadro permanece estável e cita a realização de um procedimento no sábado (3), “Anteontem pela manhã o paciente foi submetido à uma pleuroscopia, quando foi identificada uma fístula bronco-pleural que impedia a adequada ventilação mecânica, tendo sido imediatamente corrigido”.

Segundo comunicado oficial, “a evolução clínica, que demanda seu tempo individual, teve - especialmente nas últimas 24 horas - sinais de evolução progressiva que geraram otimismo na equipe médica”. Fãs e profissionais que trabalham, ou já trabalharam com ele, estão mobilizados nas redes sociais pedindo apoio e orações. 

(Com informações de Marcela Monteiro)

O ator Paulo Gustavo, de 42 anos
O ator Paulo Gustavo, de 42 anos, segue internado no RJ por Covid-19
Foto: Reprodução/Instagram