Bares e restaurantes registram aglomerações no Rio de Janeiro

Trânsito ultrapassou média das semanas anteriores no primeiro fim de semana com flexibilização das medidas

Ana Lícia Soares e Isabelle Saleme, da CNN, no Rio de Janeiro
10 de abril de 2021 às 21:29 | Atualizado 10 de abril de 2021 às 23:20
No Rio, bares e restaurantes registram aglomerações
No Rio, bares e restaurantes registram aglomerações
Foto: Leandro Abbade

No primeiro dia do fim de semana com flexibilização das medidas restritivas no Rio de Janeiro, foi possível observar aglomerações em bares e restaurantes na zona oeste, na região da avenida Olegário Maciel, na Barra da Tijuca. 

O trânsito na cidade também dobrou na comparação com os últimos três sábados. Às 20h, a cidade registrava 6 quilômetros de congestionamento. Nos últimos três sábados, no mesmo horário, o congestionamento era de 3 quilômetros. Os dados foram divulgados pelo Centro de Operações Rio, da prefeitura. 

Pela manhã, equipe da CNN percorreu a orla da Zona Sul da cidade e flagrou banhistas na areia, o que não está permitido. 

Em entrevista concedida à imprensa neste sábado, o prefeito Eduardo Paes, disse que pode voltar com as medidas restritivas, caso haja aumento no número de internações e de mortes.

“Se houver necessidade de medida restritiva, assim será feito", afirmou. 

No Rio, bares e restaurantes registram aglomerações
No Rio, bares e restaurantes registram aglomerações
Foto: Leandro Abbade

Desde sexta-feira (9), bares, lanchonetes, restaurantes e quiosques da orla estão autorizados a receber clientes presencialmente. O consumo, no entanto, só é permitido nos estabelecimentos para pessoas sentadas às mesas e até as 21h.

Museus, galerias, cinemas, circos, aquários e zoológicos podem funcionar das 12h e 21h. Clubes sociais e esportivos têm autorização para funcionar até as 21h.

Entre sexta-feira e a madrugada de sábado, a Prefeitura do Rio registrou 771 autuações, entre multas e interdições a estabelecimentos e infrações sanitárias. No período, foram aplicadas 45 multas a bares, restaurantes e ambulantes. Vinte e quatro estabelecimentos foram fechados.