Homem invade creche e mata três crianças e duas professoras em Santa Catarina

Segundo a Polícia Civil, um jovem de 18 anos invadiu o local com um facão no município de Saudades, no oeste do estado, e golpeou funcionários e alunos

Julyanne Jucá, Ludmila Candal, Giulia Alecrim, Flavia Martins, Fabricio Julião e Rafaela Lara, da CNN, em São Paulo
04 de maio de 2021 às 11:38 | Atualizado 04 de maio de 2021 às 17:40

Um jovem de 18 anos invadiu uma escola de ensino primário no município de Saudades, no oeste do estado de Santa Catarina, nesta terça-feira (4), e matou ao menos três crianças e duas professoras. Segundo informações da Polícia Civil, ele portava um facão e golpeou alunos e professores ao entrar no local. 

Inicialmente, uma das professoras da creche, que também foi atingida pelo jovem, estava em estado grave – no entanto, o óbito foi confirmado pela Polícia Militar de Santa Catarina.

Outras três crianças e uma funcionária também ficaram feridas e foram encaminhadas ao hospital de Saudades. O Corpo de Bombeiros informou à CNN que atende a ocorrência.

A idade das vítimas não foi divulgada. De acordo com a Prefeitura de Saudades, o agressor golpeou o próprio pescoço com o facão, mas não morreu.

Ele foi detido no local e recebe atendimento no hospital de Pinhalzinho, município vizinho, onde está sob custódia da polícia. O estado de saúde do jovem é considerado grave.

Uma equipe médica da cidade de Pinhalzinho foi transferida para Saudades para prestar atendimento às vítimas. O agressor, que chegou ao local de bicicleta, foi detido por populares após gritos de socorro de pessoas que estavam no interior da escola.

A governadora de Santa Catarina em exercício, Daniela Reinehr (sem partido), usou as redes sociais para informar que decretou luto de três dias no estado em memória das vítimas do atentado. A política disse que o governo estadual presta apoio aos parentes das vítimas.

Vítimas do ataque à escola em Saudades são resgatadas de helicóptero
Vítimas do ataque à escola em Saudades, no estado de Santa Catarina, são socorridas com auxílio de helicóptero da Polícia Civil
Foto: Serviço Aeropolicial da Polícia Civil de Santa Catarina

"Decreto luto oficial de três dias no Estado após a tragédia em Saudades, onde morreram crianças e professoras de um centro de educação infantil. Manifesto profunda tristeza e presto minha solidariedade. Determinei que o Governo dê todo o amparo necessário às famílias", escreveu Daniela no Twitter.