Cheia do Rio Negro deve bater recorde, com água subindo 4 cm por dia em Manaus

Secretário municipal chefe da Casa Militar de Manaus disse à CNN que ao menos 4.000 famílias são afetadas na capital

Amanda Garcia, da CNN Rádio
18 de maio de 2021 às 12:53
Alagamento na rua Barão de São Domingos, no centro de Manaus
Alagamento na rua Barão de São Domingos, no centro de Manaus, por cheia do Rio Negro
Foto: Sandro Pereira/Fotoarena/Estadão Conteúdo (17.mai.2021)

O Amazonas tem sofrido com as cheias dos rios no estado. Em Manaus, o Rio Negro tem causado transtornos para os moradores da região, com o nível da água subindo diariamente. Em entrevista à CNN, o secretário municipal chefe da Casa Militar de Manaus, o tenente William Dias, disse que a previsão é de que o recorde, de 29,97 metros em 2012, seja batido.

“Há probabilidade de 57% de que a gente ultrapasse este número, chegando a mais de 30 metros”, afirmou.

Segundo o tenente, há ao menos 4.000 famílias afetadas em Manaus. Ele afirmou que a prefeitura faz uma catalogação de áreas de risco e de todas as pessoas atingidas pela água.

“Por determinação do prefeito, foi criado um comitê gestor para que as secretarias municipais deem uma resposta de maneira integrada, para casos de alagamentos e desabamentos possam ter pronta resposta”, relatou o tenente.

As cheias devem continuar até meados do mês de junho. “O nível sobre sobe de 3 a 4 cm por dia, a expectativa é grande que a gente ultrapasse, mas a prefeitura de Manaus tem se empenhado para de forma preventiva consiga reverter os danos”, completou.