CPI ouve diretor do Butantan, calendário da comissão e mais de 27 de maio

Confira o '5 Fatos Manhã', apresentado pela âncora da CNN Muriel Porfiro

Da CNN, em São Paulo
27 de maio de 2021 às 06:58

O diretor do Instituto Butantan, Dimas Covas, fala hoje à CPI da Pandemia, e o calendário dos próximos depoimentos na comissão estão entre os destaques do 5 Fatos Manhã desta quinta-feira, 27 de maio de 2021. 

Dimas Covas

A CPI da Pandemia ouve nesta quinta-feira (27) o diretor do Instituto Butantan, o médico hematologista Dimas Covas. O depoimento dele ajudará a esclarecer o episódio da compra da Coronavac por parte do Ministério da Saúde. 

Calendário da CPI

A CNN teve acesso ao calendário da CPI da Pandemia. Na próxima terça-feira (1º), a interrogada deve ser a médica Nise Yamaguchi, defensora do uso da cloroquina. No dia seguinte, um dos depoentes deve ser o biólogo Átila Iamarino, que é contrário ao uso dessa medicação para o tratamento da Covid-19.

Pandemia

A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) divulgou alerta para a possibilidade de aumento de mortes por Covid-19 no Brasil a partir da semana que vem. A média está em 1,9 mil óbitos por dia e pode, de acordo com a análise da Fiocruz, atingir o patamar de 2,2 mil.

Barreiras sanitárias

O aeroporto de Congonhas em São Paulo começa hoje a fazer uma barreira sanitária para fiscalizar e detectar a cepa da Índia da Covid-19. A triagem dos passageiros será feita das 7h às 23h.

Salário mínimo

A Câmara dos Deputados aprovou a Medida Provisória (MP) 1021/20, que elevou a partir de janeiro o salário mínimo para R$ 1.100, valor que está atualmente em vigor. No ano passado, o valor previsto na Lei de Diretrizes Orçamentárias pela equipe econômica era de R$ 1.088.

Newsletter

Para receber as principais notícias todos os dias no seu e-mail, cadastre-se na nossa newsletter 5 Fatos em newsletter.cnnbrasil.com.br