AM receberá mais recursos quando água do rio baixar, diz Defesa Civil

Governo federal afirma ter liberado R$ 18 milhões para ajudar cidades que sofrem com cheia do rio Negro

Produzido por Basilia Rodrigues, da CNN Brasília
06 de junho de 2021 às 16:58 | Atualizado 06 de junho de 2021 às 17:00

As cidades do Amazonas que sofrem com a cheia do Rio Negro - a maior dos últimos 119 anos - receberão mais recursos federais para a reconstrução dos estragos quando a água baixar. A promessa é do secretário nacional de Defesa Civil Alexandre de Lucas, em entrevista à CNN neste domingo (6).

"Já liberamos quase R$ 1,2 milhão para o primeiro atendimento das necessidades de assistência humanitária. Continuamos em contato para caso de necessidade e, quando o rio baixar, liberaremos recursos para restabelecimento e reconstrução das áreas atingidas na cidade. Os mesmos recursos liberados para Manaus serão também para todo o Amazonas". 

Lucas explica como é essa distribuição de recursos. "A assistência humanitária é feita de acordo com a necessidade das famílias. Já liberamos para o Amazonas cerca de R$ 18 milhões só para assistência humanitária.

Rios da bacia amazônica registram no início de junho algumas das maiores cheias da história
Foto: Serviço Geológico do Brasil (5.jun.21)

Os recursos para restabelecimento, limpeza de vias, recolhimento de lixo, reconstrução de serviços essenciais, recuperação de escolas e postos de saúde só teremos quando a água baixar em cada cidade. "A Defesa Civil possui os recursos para liberar na medida da necessidade de cada município", afirma o secretário.

Alexandre de Lucas, secretário nacional de Defesa Civil (06.jun.2021)
Foto: Reprodução/CNN