Prefeitura do Rio identifica dois casos positivos da variante Delta

A cepa originária da Índia foi detectada em dois homens, de 27 e 30 anos na capital; ao todo, são cinco casos no estado

Mylena Guedes*, da CNN, no Rio
14 de julho de 2021 às 19:58 | Atualizado 15 de julho de 2021 às 01:08

 

Após sequenciamento genômico, foram identificados dois casos confirmados da variante Delta do coronavírus na cidade do Rio de Janeiro. A informação foi divulgada pela Secretaria Municipal de Saúde na noite desta quarta-feira (14).  

A cepa originária da Índia foi detectada em dois homens, de 27 e 30 anos, moradores dos bairros Vila Isabel, na Zona Norte, e Paquetá, na Zona Central. Os primeiros casos da variante na capital estão sendo investigados pela Vigilância em Saúde. A secretaria não deu informações sobre o estado de saúde dos dois, nem se eles haviam viajado.  

Enquanto isso, no estado, outros três casos positivos da variante Delta foram identificados até o momento. Os pacientes são da cidade de Campos dos Goytacazes, no Norte Fluminense, Seropédica e São João de Meriti, ambos na Região Metropolitana.  

 

Na semana passada, a CNN já havia informado que especialistas entendem que a transmissão comunitária da linhagem ocorre no território fluminense. Os moradores da Região Metropolitana não têm histórico de viagens ao exterior e não tiveram qualquer contato com viajantes.  

A variante Delta é considerada pela Organização Mundial de Saúde (OMS) uma linhagem de preocupação do novo coronavírus por estar associada à maior transmissibilidade. Outras três cepas (Alpha, Beta e Gamma) também estão na mesma classificação.  

*Sob supervisão de Helena Vieira

Monitoramento de variantes (21 de maio de 2021)
Foto: Reprodução / CNN