A divergência de dados sobre a Covid-19 e mais notícias de 8 de junho

As informações mais importantes do começo desta segunda-feira (8)

Da CNN em São Paulo

Ouvir notícia
 
A divergência entre os dados divulgados sobre mortes por Covid-19 no Brasil e a desistência do empresário Carlos Wizard de ocupar cargo no Ministério da Saúde são alguns dos destaques da manhã de segunda-feira, 8 de junho de 2020.

Covid-19

O Ministério da Saúde divulgou dados divergentes sobre o coronavírus no domingo (7). No primeiro balanço, havia o número de 1.382 novas mortes em 24 horas. Já no segundo, o número foi bem menor, 525. O número de casos confirmados da doença também foi alterado: subiu de 12.581 para 18.912. A pasta ainda não explicou o que aconteceu para a diferença entre os dados apresentados.

Carlos Wizard

O empresário Carlos Wizard, que assumiria a secretaria de Ciência, Tecnologia e Insumos do Ministério da Saúde, desistiu de ocupar o cargo. Na semana passada, ele se envolveu em uma polêmica ao defender a revisão dos números de casos confirmados e mortos por Covid-19.

Joe Biden

O atual candidato a presidência dos Estados Unidos pelo partido Democrata, Joe Biden, vai vistar, nesta segunda-feira (8), a família de George Floyd. O ex-vice-presidente americano também vai gravar uma mensagem em vídeo, para ser transmitida durante o funeral de Floyd amanhã. A morte de George Floyd motivou protestos por justiça e igualdade em todo o mundo.

Reabertura no Rio de Janeiro

A prefeitura do Rio de Janeiro não vai reabrir shoppings, bares e restaurantes nesta segunda-feira (8), apesar da liberação do governo do estado. O Conselho Científico da cidade orientou o prefeito Marcelo Crivella (Republicanos) a continuar com o relaxamento das medidas em etapas, como foi anunciado na semana passada.

Manifestações 

O domingo (7) foi de manifestações contra e a favor do presidente da República e os atos foram considerados pacíficos. Em São Paulo, já no fim da noite, houve confronto entre policiais militares e um grupo de manifestantes contrários ao governo. O conflito teve início no momento em que eles marchavam pelas ruas, em uma caminhada que não havia sido combinada com a PM. 

Newsletter

Para receber as principais notícias todos os dias no seu e-mail, cadastre-se na nossa newsletter 5 Fatos em newsletter.cnnbrasil.com.br

Mais Recentes da CNN