Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Aeroporto de Congonhas adota bolsão para carros de aplicativo e espera reduzir trânsito

    Espaço terá uma área de 4.000 m² e passa a funcionar nesta quinta-feira (11)

    Julia Fariasda CNN* Em São Paulo

    O Aeroporto de Congonhas (SP) implementou o funcionamento de um bolsão para carros de aplicativo, a partir desta quinta-feira (11). A informação foi confirmada pela Aena Brasil, concessionária responsável pelo complexo aeroportuário.

    De acordo com a empresa, o espaço está localizado na entrada principal do aeroporto e tem uma área de 4.000 m² e uma capacidade para 145 vagas para os motoristas parceiros de aplicativos aguardarem os passageiros.

    Próxima ao terminal, a área funcionará das 4h30 às 23h30 diariamente, com o objetivo de reduzir o trânsito no entorno.

    A Aena espera essa melhor fluidez no trânsito já que, com a a mudança, os motoristas não precisam mais circular pelas vias internas e externas do aeroporto enquanto aguardam uma nova chamada de viagem nos aplicativos (como Uber e 99).

    Embarque também terá mudanças

    De acordo com a concessionária que administra o aeroporto, até o final de julho deste ano, o número de vagas para o embarque de passageiros em carros de aplicativos vai aumentar em 33%, o aeroporto passará a ter 52 vagas.

    Segundo a Aena, o aumento se deve a uma redistribuição das vagas já existentes no piso inferior do local, onde as vagas de ônibus irão reduzir de sete para duas, o que permite a criação de 13 novos espaços para os carros de aplicativos.

    Aprimoramento do espaço

    A Aena afirma que também irá aprimorar outros espaços do complexo, entre eles:

    • A sinalização e a orientação do meio-fio do local com o intuito de facilitar o encontro entre os motoristas e os passageiros. Para isso, a empresa pretende instalar setores de embarques, com determinadas indicações que facilitem os passageiros a aguardarem no local exato da parada dos carros, o que melhoraria a circulação no espaço e reduziria o tempo de espera.
    • Concentrar vagas de táxi no piso superior do aeroporto, em que das oito vagas atualmente disponíveis, sete seriam destinadas aos veículos de aplicativos, sendo uma adaptada permanentemente para passageiros com necessidades especiais. A medida depende de aprovação da Prefeitura de São Paulo e, caso seja aprovada, o total de vagas para carros de aplicativos no piso inferior aumentaria para 59.
    • A criação de uma praça de integração (incluindo áreas comerciais e lounges de espera), em 2025. A Aena prevê o início das obras para o segundo semestre de 2024 e deve construir cerca de 70 vagas de parada na cobertura do atual edifício garagem, para que os passageiros embarquem nos carros de aplicativos. De acordo com a empresa, a entrada e a saída dos carros serão permitidas por meio de dois novos viadutos de acesso e desviaria os veículos do tráfego das vias do aeroporto.

    A concessionária afirma que todas as medidas citadas são realizadas com o auxílio da Secretaria Municipal de Mobilidade e Trânsito.

    Aeroporto de Congonhas terá área exclusiva para carros de aplicativo

    *Sob supervisão de Bruno Laforé