Agressão a mulher transexual por agentes da guarda civil é investigada em SP

Vítima diz que estava coletando doações na Cracolândia

Alisson Negrinida CNN

em São Paulo

Ouvir notícia

A Secretaria de Segurança Pública de São Paulo apura o caso de uma mulher transexual que foi agredida por agentes da Guarda Civil Metropolitana na região da Cracolândia, na região central de São Paulo, na última quinta-feira (30). A atriz Laura Cruz, de 33 anos, informou que estava coletando doações no momento da ação.

Segundo a vítima, ela estava no local para recolher roupas doadas quando foi abordada pelos guardas, que perguntaram o que ela estava carregando. Após o questionamento, ela decidiu jogar as sacolas no chão, o que fez iniciar o conflito com os agentes.

Uma mulher que passava no local registrou imagens das agressões. As cenas mostram a vítima correndo, enquanto um guarda vai atrás dela para tentar agredi-la com um cassetete.

A secretaria informou que a situação já está sendo apurada pelo comando da Guarda Civil Metropolitana, que vai adotar as medidas disciplinas sobre a situação.

Mais Recentes da CNN