Apesar de proibição, foliões se aglomeram no Carnaval de rua do Rio de Janeiro

Decisão de proibir desfile dos blocos de rua foi anunciada pela prefeitura no mês passado, por causa do avanço da variante Ômicron

Mesmo com proibição, foliões se aglomeram nas ruas do Rio de Janeiro
Mesmo com proibição, foliões se aglomeram nas ruas do Rio de Janeiro Lucas Neves/CNN

Lucas Madureirada CNN

no Rio de Janeiro

Ouvir notícia

Apesar da determinação que proíbe o desfile de blocos de rua durante o Carnaval de 2022 no Rio de Janeiro, centenas de foliões foram flagrados desrespeitando a regra neste feriado. Neste final de semana, a equipe da CNN percorreu diversos bairros e constatou aglomeração em diferentes pontos da região do Centro da cidade, provocada por integrantes de blocos de rua. Até o momento, a prefeitura do Rio de Janeiro já encerrou oito blocos.

A decisão de proibir o carnaval de rua na cidade foi anunciada no mês passado pelo prefeito do Rio, Eduardo Paes. A medida teve como base o avanço da variante Ômicron, do coronavírus.

Na mesma determinação, o município decidiu também adiar o desfile das escolas de samba do grupo especial para o mês de abril, durante o feriado de Tiradentes. Até lá, as autoridades sanitárias acreditam que o cenário epidemiológico deva estar mais favorável.

O decreto que proíbe o desfile dos blocos de rua pelo Rio de Janeiro autoriza a realização de festas em ambientes controlados, onde o acesso das pessoas pode ser permitido apenas mediante a apresentação do passaporte de vacinação contra a Covid-19.

Questionada pela CNN sobre a falta de fiscalização do carnaval de rua, a Secretaria Municipal de Ordem Pública (Seop) afirmou que os agentes possuem dificuldade para conseguir identificar os organizadores dos desfiles dos blocos, o que inviabiliza a aplicação de sanções, como multa. A pasta afirmou, no entanto, que os agentes públicos estão nas ruas fazendo abordagens com o intuito de orientar e conscientizar os foliões para evitarem aglomerações.

Mais Recentes da CNN