App do ‘coronavoucher’, aprovação de Mandetta e mais da noite de 3 de abril

5 Fatos Noite, apresentado por Daniela Lima, destaca a liberação de cloroquina para outros casos de coronavírus, a guerra por produtos hospitalares e mais

Da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

Uso da cloroquina expandido pelo Ministério da Saúde, a pesquisa que mostra a alta da popularidade de Luiz Henrique Mandetta, a guerra por insumos hospitalares nos Estados Unidos e as dúvidas de como será a Páscoa estão entre os assuntos da noite desta sexta-feira, 3 de abril de 2020.

App do auxílio

O governo anunciou que lança na próxima terça-feira (7) um aplicativo para cadastrar trabalhadores informais e outros contribuintes que terão direito ao auxílio emergencial de R$ 600, mas não estão inscritos no cadastro único de beneficiários. O cronograma da liberação do dinheiro ficou para a próxima semana.

Mais cloroquina

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, anunciou que pacientes em estado grave poderão ser tratados com a cloroquina. Até agora, somente aqueles em estado crítico podiam receber o medicamento. Ele também comentou as rusgas com o presidente Jair Bolsonaro e minimizou o desconforto, mas ressaltou que não abandona paciente. Ou seja: fica no cargo. 

Mandetta em alta

Nova pesquisa Datafolha mostra o crescimento da aprovação do trabalho de Mandetta, de 55% para 76%. O índice é mais que o dobro da avaliação positiva de Bolsonaro, que está em 33%. 

Números atualizados

O número de vítimas do novo coronavírus no Brasil chegou a 359, e o de casos confirmados, a 9.056. 

Guerra comercial

O mundo trava uma batalha pela compra de equipamentos para tratar doentes do novo coronavírus. Uma intervenção dos Estados Unidos bloqueou compras da China feitas por Brasil e França.

Como será a Páscoa

Nas redes sociais, fiéis estão curiosos para saber como serão as missas da Semana Santa neste período de quarentena. Estão em dúvida se as cerimônias serão pela internet.

Mais Recentes da CNN