Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Auxiliar de limpeza é alvo de xingamentos e discriminação em shopping, em Ipatinga

    “Coloque-se no seu lugar! Palhaça!”; cliente insultou funcionária após profissional alertar sobre piso molhado

    Catarina NestlehnerMarcos Rosendoda CNN

    São Paulo

    Uma funcionária de serviços gerais foi alvo de insultos, na última quarta-feira (27), por uma cliente do shopping Vale do Aço, em Ipatinga, interior de Minas Gerais. Uma mulher que fazia compras xingou a auxiliar de limpeza de palhaça e analfabeta. As ofensas foram gravadas e as imagens viralizaram na internet.

    A CNN teve acesso ao relato da funcionária do shopping. Ela contou que enquanto fazia a limpeza em frente a uma loja, uma adolescente calçando uma rasteirinha começou a correr próximo ao piso que estava molhado. Por precaução, a colaboradora avisou a menina sobre o risco de escorregar e cair. Foi nesse momento que uma mulher se aproximou e começou a insultá-la.

    “A tia dela começou a me atingir com palavras, falando que eu não deveria falar daquele jeito com ela, que ela é sobrinha dela, que eu não deveria dirigir a palavra a ela, que era ela que deveria ter falado”, contou a colaboradora.

    Em seguida subiu o tom chamando a funcionária de analfabeta, e que ela estava ali porque era faxineira. A agressora disse que era rica e que estava de férias se divertindo enquanto a colaboradora estava limpando o chão.

    Em nota, o shopping Vale do Aço lamentou o ocorrido e afirmou que a profissional foi acolhida e está recebendo o apoio emocional necessário. O estabelecimento também afirmou que repudia veementemente qualquer forma de discriminação e as medidas cabíveis estão sendo tomadas.

    A funcionária disse que a situação a deixou muito abalada e quer entrar com ação contra a mulher que a humilhou publicamente. “Espero que eu tenha condição, para não deixar isso impune […] eu só tentei alertar para não ter uma tragédia maior, para a moça não passar o Ano Novo em uma cama de hospital”.

    A funcionária também relatou que teve a pressão alterada e taquicardia. Após ser atendida no posto médico, recebeu medicamentos e orientação de repousar por quatro dias.

    A Polícia Civil de Minas Gerais instaurou procedimento para apurar a suposta prática de injúria e a Delegacia Regional de Ipatinga investiga o caso.

    Nota do Shopping Vale do Aço na íntegra

    Lamentamos o caso de discriminação em que uma colaboradora terceirizada da área de serviços gerais foi vítima de insultos por parte de uma cliente, no dia de hoje, 27 de dezembro.

    A profissional foi prontamente acolhida e está recebendo todo apoio emocional necessário, enquanto medidas cabíveis estão sendo tomadas.

    Repudiamos veementemente qualquer forma de discriminação e reforçamos nosso compromisso em assegurar um ambiente seguro e acolhedor para todos.