Babá de Henry relata à polícia que contou para avó materna sobre as agressões

Thayná disse aos investigadores que Rosangela Medeiros sabia que o menino estava “mancando” e com “um roxo”

Por Ana Lícia Soares, da CNN, no Rio de Janeiro

Ouvir notícia

Em novo depoimento prestado à Polícia Civil nesta segunda-feira (12), a babá Thayná de Oliveira Ferreira disse aos investigadores que contou para a professora Rosangela Medeiros da Costa e Silva, avó materna de Henry Borel, sobre as agressões sofridas pelo menino. Aos policiais, Thayná relatou ter avisado Rosangela que Henry estava “mancando”, com dor na cabeça e com “um roxo” e, que segundo a criança, foi Jairinho que tinha o deixado assim.

A babá também disse aos investigadores que Rosângela ficou “assustada” e indagou Henry para saber se ele estava ou não mentindo. Thayná, no entanto, afirmou que não quis dar sequência ao assunto para que Monique não achasse que ela estava fazendo “fofoca”. 

O encontro entre a babá e a avó materna de Henry Borel aconteceu dias após a babá narrar em tempo real a Monique Medeiros que Jairinho havia levado o menino para o quarto do casal, trancado a porta e aumentado o volume da televisão. Thayná disse que na ocasião chegou a bater na porta, mas que não ouviu a voz de nenhum dos dois. 

Coberta com casaco, Thayná Ferreira, babá de Henry Borel, deixa delegacia no Rio
Coberta com casaco, Thayná de Oliveira Ferreira, babá de Henry Borel, deixa delegacia na Barra da Tijuca
Foto: Mauricio Almeida – 13.abr.2021/Am Press & Images/Estadão Conteúdo

 

O novo depoimento de Thayná aos investigadores começou na tarde de segunda-feira (12) e só terminou na madrugada de terça-feira (13). No novo depoimento, a babá modificou as declarações dadas anteriormente, quando tinha mentido ao descrever a família como “harmoniosa”. A babá acrescentou desta vez que em pelo menos três ocasiões Jairinho se trancou no quarto com Henry Borel e que em todas as vezes a criança saiu machucada. 

À CNN, a defesa de Thayná esclareceu aos jornalistas, nesta terça-feira (13), que a babá não viu Henry sofrendo qualquer agressão e que tudo o que disse aos investigadores tem base em suposições.  

O advogado Thiago Minagé, que assumiu a defesa de Monique Medeiros nesta segunda-feira (12), disse que agora o momento é de estudo e análise do inquérito policial. Segundo ele, a defesa possui apenas uma estratégia: atuar com a verdade.

Mais Recentes da CNN