Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Bahia registra recorde em apreensão de fuzis nos 10 primeiros meses de 2023

    No total, foram 51 armamentos alcançados; últimas apreensões aconteceram no sábado (21), quando sete detentos fugiram de um presídio em Salvador

    Armas apreendidas na Bahia
    Armas apreendidas na Bahia Foto: SSP-BA

    Camila Tíssiada CNN

    Salvador, Bahia

    Nos 10 primeiros meses de 2023, a Bahia registrou recorde de apreensões de fuzis. Foram 51 armamentos alcançados entre janeiro e outubro, de acordo com informações divulgadas pela Secretaria de Segurança Pública (SSP-BA).

    O número é o maior da história e, em todas as apreensões, o trabalho de inteligência norteou as forças de segurança na repressão dos crimes, segundo a SSP-BA.

    As maiores apreensões de fuzis neste ano aconteceram durante ações em bairros periféricos de Salvador, como Tancredo Neves, Calabar e Valéria.

    O secretário da Segurança Pública, Marcelo Werner, enfatiza que, além dos fuzis, “são mais de 4.000 armas retiradas das mãos do crime organizado. A redução das mortes violentas em 2023 é resultado do trabalho incansável dos policiais”, disse.

    Dois dos fuzis apreendidos foram encontrados pelas forças de segurança no último sábado (21) após perseguição a detentos em Salvador. Sete presos conseguiram fugir do Complexo Penitenciário de Mata Escura.

    Na ação, que aconteceu por volta do meio-dia, fuzis, pistolas, coletes balísticos e cerca de 3.000 munições foram apreendidos com o grupo que daria suporte à fuga. Vinte criminosos foram frustrados pela Polícia Militar.

    Uma perseguição foi iniciada, com apoio do Grupamento Aéreo (Graer), mas comparsas já aguardavam os custodiados em dois veículos, próximo da Avenida Gal Costa.

    À CNN, a Secretaria de Administração Penitenciária e Ressocialização (Seap) confirmou que, sete detentos conseguiram escapar e que abandonaram os armamentos.

    Entre os fugitivos, estão lideranças de uma facção criminosa que atua na Bahia, acusados de tráfico e homicídios. As visitas estão suspensas por tempo indeterminado na unidade.

    Relembre – Bahia tem 46 mortos em confrontos com a PM em setembro

    Tópicos

    Tópicos