Bares e restaurantes de São Paulo ignoram distanciamento de mesas e lotação

Fiscalização flagrou irregularidades em São Paulo

Alisson Negrini e Bruno Oliveira

Da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

Bares e restaurantes de São Paulo que ignoram as medidas restritivas contra a disseminação de Covid-19 estão sendo notificados pela vigilância sanitária, que flagrou as irregularidades.

Na cidade, os restaurantes só podem funcionar com 40% da ocupação de clientes, até as 21 horas, pelas regras da chamada fase de transição do governo do estado, para impedir a facilitação da circulação e transmissão do vírus.

A produção da CNN passou por vários locais da capital paulista e flagrou desrespeito ao distanciamento e ao limite de ocupação. Em locais pela Zona Leste e Norte da cidade, de tanta gente, havia até mesas na calçada. 

Restaurantes ignoram distanciamento de mesas e lotação em São Paulo (05.jun.2021
Restaurantes ignoram distanciamento de mesas e lotação em São Paulo (05.jun.2021)
Foto: Reprodução/CNN

 

Segundo a coordenadoria de fiscalização do Centro de Vigilância Sanitária estadual, mesmo que os clientes não estejam dentro do estabelecimento, a aglomeração do lado de fora também é um desrespeito às regras.

Um restaurante em um bairro nobre da Zona Oeste de São Paulo foi notificado durante a fiscalização surpresa por não respeitar o distanciamento de um metro e meio entre as mesas, além de extrapolar a capacidade de 40% do local.

Desde junho do ano passado até o dia 16 de maio, 292.070 estabelecimentos foram inspecionados, e 6.779 autuações precisaram ser feitas por causa das irregularidades. O não cumprimento das normas pode render multa de até R$ 290 mil. Entre os principais problemas estão limite de ocupação excedido, falta do uso de máscara e funcionamento fora do horário autorizado.

Mais Recentes da CNN