Brasil registra uma denúncia de assédio sexual por dia em ambientes de trabalho

Segundo o Ministério Público do Trabalho, até o dia 22 de outubro foram contabilizadas 261 denúncias

Carolina Abelin, da CNN, de São Paulo

Ouvir notícia

 

O Ministério Público do Trabalho (MPT) recebeu, em média, quase uma denúncia por dia de assédio sexual no ambiente de trabalho em 2020.

Até o dia 22 de outubro, o Ministério Público do Trabalho recebeu 261 denúncias de assédio sexual no ambiente de trabalho.

Leia também:
Quase metade das mulheres já sofreu assédio sexual no trabalho, diz pesquisa
Lia Bock: Os casos de assédio sexual e moral na indústria do entretenimento

O número é inferior ao registrado no ano inteiro de 2019, quando foram 475 denúncias. Em 2018, foram 425. A queda este ano pode ser explicada pelo cenário de distanciamento social e a adoção do home office.

O tema ganhou força na última semana por conta da reportagem publicada pela revista piauí, que revelou supostos casos de assédio moral e sexual contra Marcius Melhem.

O assédio sexual é definido, de forma geral, como o constrangimento com conotação sexual no ambiente de trabalho, em que, como regra, o agente utiliza sua posição hierárquica superior ou sua influência para obter o que deseja.

Mais Recentes da CNN