Brasileiros confiam menos em vacinas chinesa e russa, e mais de 16 de outubro

5 Fatos Tarde, apresentado por Luciana Barreto, repercute principais notícias do Brasil e do mundo

Da CNN

Ouvir notícia

A taxa de rejeição dos brasileiros a vacina contra Covid-19 produzida pela Sinovac, na China, e o número recorde de casos diários do novo coronavírus no mundo estão entre os destaques do 5 Fatos Tarde desta sexta-feira, 16 de outubro de 2020.

Rejeição

Uma pesquisa exclusiva encomendada pela CNN Brasil mostra que os brasileiros têm maior rejeição em relação às vacinas contra Covid-19 produzidos pela China e pela Rússia. 46% dos entrevistados disseram que não tomariam a vacina chinesa desenvolvida pelo laboratório Sinofarm. 38%, que não tomariam a vacina russa. Já as vacinas de Oxford ou desenvolvidas por americanos e alemães são as que têm maior aceitação: 68%.

Coronavac

A primeira fase de testes clínicos da Coronavac no Brasil deve terminar na tarde desta sexta com pouco mais de 5% de efeitos colaterais entre quem recebeu a vacina. O estudo vacinou 9 mil profissionais da saúde. O efeito colateral mais recorrente é a dor no braço. Os resultados oficiais serão divulgados na próxima segunda-feira (23).

Mais Covid-19

O mundo registrou um novo recorde de casos diários de Covid-19: 406.660 infecções foram registradas nessa quinta-feira (15), segundo dados divulgados pela Universidade Johns Hopkins. Esse é o maior número contabilizado desde o início da pandemia referente a um período de 24 horas.

Eleição nos EUA

Faltando menos de um mês para a eleição presidencial americana, Brasil e Estados Unidos devem assinar na próxima segunda-feira (19) um pacote de medidas para acelerar e desburocratizar o comércio entre os dois países. De acordo com fontes da área econômica, deverão ser firmados três acordos: um de facilitação de comércio, um de práticas regulatórias e um anticorrupção. 

Água radioativa 

O governo japonês prepara uma decisão sobre o lançamento de água radioativa da usina nuclear destruída de Fukushima no mar. Mais de 1 milhão de toneladas de água contaminada foram coletadas desde que a usina foi destruída por um terremoto e tsunami em 2011.

Newsletter

Para receber as principais notícias todos os dias no seu e-mail, cadastre-se na nossa newsletter 5 Fatos em newsletter.cnnbrasil.com.br

(Edição: André Rigue)

Mais Recentes da CNN