Brasília, 62 anos: conheça histórias de operários que construíram a capital

Construção da cidade demorou 1.112 dias e foi feita por quase 64 mil operários

Leandro MagalhãesIngrid Oliveirada CNN

Ouvir notícia

A capital do Brasil completa 62 anos neste 2022. A construção de Brasília demorou 1.112 dias.

Três anos e dez meses. Esse foi o tempo que a idealização da capital demorou para sair dos papéis de Lúcio Costa e Oscar Niemeyer. A dupla foi a responsável por tornar realidade o grande marco do governo de Juscelino Kubitschek.

Em 1956, primeiro ano da construção, surgiram diversos acampamentos onde moravam os quase 64 mil operários envolvidos no empreendimento.

Entre as as pessoas que participaram do projeto, muitos sofriam com a falta de estrutura. E outros perderam a vida nesse processo por conta dos acidentes de trabalho.

“Esse prédio, que se chamava ’28’, hoje é o Congresso, toda hora caia uma pessoa. Muitos operários morreram”, disse à CNN o ex-operário Iran Andrade.

 

Antônio Rodrigues dos Santos, ex-operário da construção, disse à CNN que estava desempregado em Minas Gerais e foi para Brasília a trabalho.

“Brasília para mim é tudo. Foi onde eu consegui fazer alguma coisa. Eu vim para Brasília para trabalhar”, disse.

Mesmo com todos os problemas estruturais, a obra avançou e o Palácio da Alvorada, residência oficial do presidente da República, e foi o primeiro a ser construído.

O ex-operário mineiro Jerônimo Peres ajudou a construir o Palácio. Ele chegou a Brasília em 1958.

“A gente morou lá mesmo. Tinha o alojamento, a residência. A gente levantava, tomava café e ia trabalhar”, disse à CNN.

A pedido da CNN, Peres visitou o Palácio da Alvorada e foi recebido pelo presidente Jair Bolsonaro (PL).

Assista ao vídeo da reportagem completa.

 

Tópicos

Mais Recentes da CNN