Câmara decide o futuro de Flordelis, terremoto no Chile e mais de 1º de setembro

As informações mais importantes do começo desta terça-feira (1º)

Ouvir notícia

O início da discussão, na Câmara dos Deputados, sobre o futuro do mandato da deputada federal Flordelis (PSD-RJ) e o forte terremoto que atingiu a região do Atacama, no norte do Chile, são alguns dos destaques desta terça-feira, 1º de setembro de 2020.

Caso Flordelis

A Câmara dos Deputados deve começar a discutir nesta terça-feira (1º) a cassação do mandato da deputada federal Flordelis (PSD-RJ). Ela é acusada de ser a mandante do assassinato do marido dela, o pastor Anderson do Carmo, em junho do ano passado. O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), decide se o caso vai para o Conselho de Ética ou direto para o plenário da Casa.

Wilson Witzel

A Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj) retomará o processo de impeachment do governador afastado, Wilson Witzel (PSC-RJ). Em entrevista exclusiva à CNN, Witzel rebateu a decisão do STJ e voltou a criticar a postura do ex-secretário de Saúde Edmar Santos que, em acordo de delação premiada, deu base às investigações. Witzel também afirmou que uma eventual prisão seria inaceitável.

Salário mínimo

O Projeto de Lei Orçamentária Anual enviado pelo governo federal ao Congresso prevê que em 2021 o salário mínimo seja de R$ 1.067. O valor é R$ 12 a menos que o previsto em abril.

Reabertura no RJ

A partir desta terça-feira (1º), museus, parques de diversão, bibliotecas, galerias de arte, cursos profissionalizantes e casas de festas infantis estão liberados para funcionar de forma presencial no Rio. Os estabelecimentos terão que limitar a capacidade em até um terço da ocupação original.

Terremoto no Chile

Um terremoto no norte do Chile foi sentido em várias regiões do país no início da madrugada desta terça-feira (1º). De acordo com relatório do Centro Sismológico Nacional, da Universidade do Chile, o tremor atingiu a magnitude de 6.8, com 10 km de profundidade, e hipocentro a 60 quilômetros ao norte de Huasco, perto da costa da região do Atacama. O Ministério do Interior do Chile informou que foram registrados cortes de energia e interdições preventivas em algumas estradas. 

Newsletter

Para receber as principais notícias todos os dias no seu e-mail, cadastre-se na nossa newsletter 5 Fatos em newsletter.cnnbrasil.com.br

(Edição: André Rigue)

Mais Recentes da CNN