Carolina de Jesus e outras personalidades negras ganharão estátuas em São Paulo

Além da escritora, estão entre os homenageados Geraldo Filme, Adhemar Ferreira da Silva, Deolinda Madre e Itamar Assumpção

João de Mari, da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

A Prefeitura de São Paulo anunciou, nesta terça-feira (17), que irá inaugurar cinco novas estátuas na cidade para homenagear personalidades negras com “forte ligação com o município”, segundo a Secretaria Municipal de Cultura.

Entre os nomes homenageados estão:

  • a escritora Carolina Maria de Jesus;
  • o músico Geraldo Filme;
  • o atleta olímpico Adhemar Ferreira da Silva;
  • a sambista Deolinda Madre;
  • e o cantor Itamar Assumpção.

Segundo a Secretaria Municipal de Cultura, as obras devem começar em setembro deste ano e a previsão é que as estátuas sejam instaladas em até seis meses.

Ainda de acordo com a Prefeitura, as obras serão instaladas em locais onde as personalidades viveram ou se destacaram na memória da cidade.

Carolina de Jesus

Carolina de Jesus é considerada uma das mais importantes escritoras do país.
Carolina de Jesus é considerada uma das mais importantes escritoras do país.
Foto: Reprodução

Carolina Maria de Jesus foi uma escritora, compositora e poetisa brasileira, mais conhecida por seu livro “Quarto de Despejo: Diário de uma Favelada”, publicado em 1960. A escritora vendeu cerca de 3 milhões de livros, em 16 idiomas. Ela é considerada uma das mais importantes escritoras do país.

A estátua representando a escritora Carolina Maria de Jesus será instalada no Parque Linear Parelheiros, onde Carolina viveu por muitos anos, e onde estão o Centro de Cidadania da Mulher e o Ponto de Leitura Carolina de Jesus.

Geraldo Filme

A estátua representando o sambista será instalada na Praça David Raw
A estátua representando o sambista será instalada na Praça David Raw, na Barra Funda, próximo ao antigo Largo da Banana, muito frequentado por Geraldo e marca do samba paulistano.
Foto: Divulgação

Geraldo Filme de Souza, ou apenas Geraldo Filme, foi um compositor, cantor e militante negro brasileiro. Também foi conhecido como “Seu Geraldo”, “Geraldão da Barra Funda”, “Tio Gê”, “Corvão” e na infância de “Negrinho das Marmitas”. 

Entre as composições mais famosas, estão: “A morte de Chico Preto” (1975), “Batuque de Pirapora” (1989), “Garoto de pobre” (1980), “São Paulo menino grande” (1968), “Silêncio no Bixiga” (1972) e “Vai cuidar de sua vida” (1980).

A estátua representando o sambista será instalada na Praça David Raw, na Barra Funda, próximo ao antigo Largo da Banana, muito frequentado por Geraldo e marca do samba paulistano.

Adhemar Ferreira da Silva

Adhemar Ferreira da Silva foi um atleta brasileiro
A provável localização da estátua que representará o atleta será no Canteiro central da Avenida Braz Leme (Casa Verde, Zona Norte), bairro onde o atleta morou e onde clubes de atletismo surgiram a partir do sucesso dele
Foto: Arquivo pessoal/Divulgação

Adhemar Ferreira da Silva foi um atleta brasileiro, primeiro bicampeão olímpico do país, primeiro atleta sul-americano bicampeão olímpico em eventos individuais, recordista mundial do salto triplo cinco vezes e primeiro a quebrar a barreira dos 16 m no salto triplo. Foi vencedor nos jogos de Helsinque 1952 e Melbourne 1956.

A provável localização da estátua que representará o atleta será no Canteiro central da Avenida Braz Leme (Casa Verde, Zona Norte), bairro onde o atleta morou e onde clubes de atletismo surgiram a partir do sucesso dele. 

Deolinda Madre

A sambista e ativista negra fundou uma das primeiras escolas de samba de SP
A sambista e ativista negra fundou uma das primeiras escolas de samba de São Paulo, a Lavapés, na década de 1930, no bairro do Glicério, no Centro
Foto: Reprodução

Deolinda Madre, conhecida como Madrinha Eunice, nasceu em Piracicaba e se mudou aos 4 anos para São Paulo, morando na Rua Tamandaré, na região central da cidade.

A sambista e ativista negra fundou uma das primeiras escolas de samba de São Paulo, a Lavapés, na década de 1930, no bairro do Glicério, no Centro. A escola já foi sete vezes campeã do Grupo Especial nos anos 1950 e 1960.

Segundo a Prefeitura, a estátua da sambista e ativista será instalada na Praça da Liberdade (sugerido pelos familiares e pesquisador sobre o Samba Tadeu Kaçula).

Itamar Assumpção

O musicista é um dos principais nomes do movimento “Vanguarda Paulista”
O musicista é um dos principais nomes do movimento “Vanguarda Paulista”, ao lado de Arrigo Barnabé, Grupo Rumo e Premeditando o Breque (Premê).
Foto: Reprodução

 Itamar de Assumpção, mais conhecido como Itamar Assumpção foi um compositor, cantor, instrumentista, arranjador e produtor musical brasileiro, que se destacou na cena independente e alternativa de São Paulo nos anos 1980 e 1990. É pai das cantoras Anelis Assumpção e Serena Assumpção.

O musicista é um dos principais nomes do movimento “Vanguarda Paulista”, ao lado de Arrigo Barnabé, Grupo Rumo e Premeditando o Breque (Premê).

A Prefeitura ainda está em contato com a família do artista para indicação de lugares possíveis para a homenagem, mas localidades como a Casa de Cultura da Penha, onde Itamar gravou a trilogia Bicho de 7 cabeças, em 1993, e que também conta com um estúdio em sua homenagem e no bairro onde ele nasceu; e a Praça Benedito Calixto, importante espaço cultural da cidade próximo ao antigo teatro Lira Paulistana, já estão sendo considerados.

Leia mais notícias do Brasil e do mundo na CNN.

Mais Recentes da CNN