Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Chuvas deixam 19 mortos em São Paulo, eleições em Portugal e mais de 31 de janeiro

    Confira o '5 Fatos Manhã', com as principais notícias do dia

    Fabrizio Neitzkeda CNN

    Em São Paulo

    As fortes chuvas que atingiram a região metropolitana de São Paulo e o interior do estado, deixando ao menos 19 mortos, e as eleições parlamentares em Portugal estão entre os destaques do 5 Fatos da manhã de 31 de janeiro de 2022.

    Chuvas em São Paulo

    Pelo menos 19 pessoas morreram e cerca de 500 famílias estão fora de casa após deslizamentos e alagamentos atingirem cidades da Grande São Paulo e do interior paulista. Os bombeiros seguem com as buscas por vítimas. Até o momento, o município mais afetado é o de Franco da Rocha, a 20 quilômetros da capital, que já soma cinco mortes.

    Defesa Civil no estado

    O secretário nacional de Proteção e Defesa Civil, coronel Alexandre Lucas, deve visitar nesta segunda-feira (31) as cidades afetadas pelos temporais. De acordo com o Ministério do Desenvolvimento Regional, o coronel está em contato direto com a Defesa Civil local e disponibilizou recursos da pasta ao estado.

    Distribuição de testes

    O governo federal deve distribuir a partir de hoje cerca de 13 milhões de testes rápidos contra a Covid-19 aos estados. No total, o Ministério da Saúde pretende encerrar o mês com a entrega de 28 milhões de testes para a rede pública. No sábado (29), o ministro Marcelo Queiroga afirmou que a falta de testes é um problema que tem afetado “diversos países”, e não apenas o Brasil.

    Eleições em Portugal

    O Partido Socialista (PS) venceu as eleições parlamentares do último domingo em Portugal, com 2,2 milhões de votos – o equivalente a 41,6% dos eleitores. A legenda do atual primeiro-ministro, António Costa, conquistou um novo mandato e a maioria absoluta das cadeiras no Parlamento, seguido pelo Partido Social-Democrata (PSD), de centro-direita, com 27,8%, e o Chega, de extrema-direita, com 7,1%.

    Prazo do Simples Nacional

    Termina hoje o prazo para micro e pequenas empresas aderirem ao Simples Nacional – o regime especial de impostos para os pequenos negócios no país. Neste ano, quem ainda tem dívidas em atraso com a União poderá aderir ao sistema e regularizar a situação até o final de março.

    Newsletter

    Para receber as principais notícias todos os dias no seu e-mail, cadastre-se na nossa newsletter 5 Fatos em newsletter.cnnbrasil.com.br