Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Chuvas no RS: Bombeiros atendem ocorrências em mais de 50 cidades do estado

    Um óbito foi registrado em Cachoeirinha, na região metropolitana de Porto Alegre

    Duda Cambraiada CNN

    Em entrevista à CNN nesta quarta-feira (17), o subcomandante-geral do Corpo de Bombeiros do Rio Grande do Sul, Coronel Sallet, afirmou que a corporação recebeu relatos de ocorrências em cerca de 52 cidades do estado. A maioria desses episódios se trata de queda de árvores e obstruções de vias.

    “Esse temporal se iniciou pela fronteira oeste, passou pelo centro e subiu até o nordeste do estado. As áreas menos atingidas foram as áreas no noroeste”, explica o Coronel.

    Segundo o subcomandante-geral, o Corpo de Bombeiros do Rio Grande do Sul atende mais de 560 ocorrências. “Temos várias árvores para serem cortadas, vias para serem desobstruídas, estamos auxiliando no saneamento das casas e das empresas, alcançando as pessoas e auxiliando a defesa civil. Estamos com várias frentes de trabalho em todo o estado”, relata.

    O Coronel relembra e faz uma comparação com as chuvas de 2023. “O cenário é diferente do que a gente teve em junho e setembro de 2023. Essa chuva foi torrencial e acompanhada de muitos ventos, por isso ocasionou a queda de muitas árvores”.

    “Não tivemos um volume tão expressivo assim de chuva dessa vez. Na capital, tivemos 70 milímetros. Em setembro e junho de 2023, tivemos 120 a 150 milímetros em 24 horas. Por isso que não tivemos o relato de cheias e enxurradas agora, e sim de tempestade acompanhada de ventos”, explica o Coronel.

    O subcomandante-geral reforça o alerta do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) de perigo de tempestade para a maior parte do estado até quinta-feira (18).

    “Temos um alerta em vigência que vai de ontem ate quinta com precipitações consideráveis. A gente orienta a população para siar de casa somente se necessário, esperamos ainda mais chuvas para hoje e amanhã. As pessoas devem procurar se abrigar nesse período para não se tornarem vítimas dese temporal”, reforça.

    Veja fotos: temporal afeta grande parte do Rio Grande do Sul