‘Ciclone bomba’: fenômeno deve derrubar temperaturas em SP, diz Defesa Civil

Segundo a Defesa Civil, não há possibilidade de o ciclone causar em São Paulo os mesmos estragos vistos na região Sul do país

Da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

O diretor da Defesa Civil do Estado de São Paulo, Henguel Ricardo Pereira, disse à CNN na tarde desta quarta-feira (1º) que os efeitos do ciclone extratropical – o chamado “ciclone bomba” – já chegaram no estado na noite desta terça-feira (30), trazendo muita ventania, raios e chuva. A expectativa é que seus efeitos continuem, resultando em baixas temperaturas.

Segundo Pereira, não há possibilidade de o ciclone causar os mesmos estragos vistos na região Sul do país, onde pelo menos dez pessoas morreram. O fenômeno, com ventos de até 120 km/h, atingiu mais fortemente o estado de Santa Catarina, mas foram atingidos também municípios do Rio Grande do Sul e do Paraná.

Assista e leia também:

O que é um ‘ciclone bomba’, que está causando estragos no Sul do país

‘Ciclone bomba’: morador relata ‘cenário apocalíptico’ em praia de SC

“Vai permanecer bastante frio no estado de São Paulo, intensificando na madrugada de quinta (2) para sexta-feira (3). A região de São Paulo deve atingir 10 graus, com sensação térmica um pouco mais baixa”, explicou.

Mais Recentes da CNN