Cidades da Bahia afetadas pela chuva recebem ajuda de R$ 104,6 milhões da Saúde

Recurso será destinado às ações da Atenção Primária nos 155 municípios baianos que decretaram estado de calamidade pública

Vitória Rocha, de 81 anos, em frente ao que sobrou de sua residência após fortes chuvas em Itambé, na Bahia 28/12/2021
Vitória Rocha, de 81 anos, em frente ao que sobrou de sua residência após fortes chuvas em Itambé, na Bahia 28/12/2021 REUTERS/Amanda Perobelli

Anna Gabriela CostaTeo Curyda CNN

em São Paulo e em Brasília

Ouvir notícia

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, assinou nesta quarta-feira (19) uma portaria de apoio a municípios da Bahia que enfrentam emergências por causa das chuvas. No total, serão destinados R$ 104,6 milhões às 155 cidades que decretaram estado de calamidade pública.

De acordo com a pasta, o recurso será destinado à Atenção Primária, porta de entrada para do Sistema Único de Saúde (SUS). Além da ajuda financeira, 182 novos profissionais vinculados ao Projeto Mais Médicos para o Brasil iniciaram as atividades para auxiliar a população da Bahia.

Ainda de acordo com o Ministério da Saúde, no decorrer de 2022 o efetivo de médicos deve aumentar no estado. Até 6 de fevereiro está aberto o edital para que interessados se inscrevam no programa de recrutamento de profissionais da saúde.

Houve também a suspensão temporária dos recessos dos profissionais pelo período de 30 dias. Atualmente, segundo o governo federal, 1.497 profissionais da saúde estão atuando no estado da Bahia.

“O cálculo do repasse aos municípios foi feito com base nos dados de dezembro enviados ao Sistema de Informação de Atenção Básica (Sisab)”, informou o ministério.

Mais Recentes da CNN