Chuvas na Bahia: sobe para 26 o número de mortes pelas tempestades

Defesa Civil do estado informou que já são mais de 715 mil pessoas afetadas pelas enchentes

Enchente causada por fortes chuvas em Itajuipe, na Bahia.
Enchente causada por fortes chuvas em Itajuipe, na Bahia. REUTERS/Amanda Perobelli

Silvana FreireTiago Tortellada CNN

Ouvir notícia

As fortes chuvas no estado da Bahia ja causaram 26 mortes, de acordo com o boletim divulgado pela Superintendência de Proteção e Defesa Civil da Bahia (Sudec) nesta segunda-feira (3).

Ao todo, 715.634 pessoas foram atingidas pelas tempestades em 166 cidades. Agora, 14 cidades confirmam mortes pelas chuvas, e 154 municípios estão com decreto de situação de emergência.

O óbito confirmado hoje é referente a um homem de 39 anos, que se afogou no povoado do Sabiá, na zona rural do município de Belo Campo, na quinta-feira (30).

Quanto ao número de pessoas atingidas, a Sudec informou que, além dos óbitos, são 30.915 desabrigados, 62.731 desalojados e 518 feridos.

As cidades que tiveram mortes confirmadas no estado devido às chuvas são: Amargosa (2), Itaberaba (2), Itamaraju (4), Jucuruçu (3), Macarani (1), Prado (2), Ruy Barbosa (1), Itapetinga (1), Ilhéus (3), Aurelino Leal (1), Itabuna (2), São Félix do Coribe (2), Ubaitaba (1) e Belo Campo (1).

Em entrevista à CNN nesta segunda-feira (3), a meteorologista da ClimaTempo Carine Gama alertou para tempestades em quase todo o Brasil nesta semana, mas afirmou que as chuvas na Bahia devem ser mais fracas e se concentrar na região Oeste, e não na região Sul, mais afetada até agora.

Na última quinta-feira (30), a embaixada dos Estados Unidos no Brasil anunciou o envio de suprimentos para a população do estado. A Argentina também ofereceu envio de ajuda humanitária para a Bahia, o que foi negado pelo Ministério das Relações Exteriores do Brasil.

Um dia depois, na sexta-feira (31), o presidente Jair Bolsonaro (PL) sancionou uma Medida Provisória que disponibiliza, através do Ministério da Cidadania, R$700 milhões para suporte às regiões afetadas pelas chuvas em Minas Gerais e na Bahia.

Mais Recentes da CNN