Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Com greve no Metrô e CPTM, SP registra lentidão no trânsito no horário de pico 15% acima da média

    Cidade registrou 767 quilômetros de lentidão no trânsito às 18h30 desta terça-feira (3); pela manhã, foram registrados 598 quilômetros de lentidão às 8h, cerca de 7% acima da média horária

    São Paulo

    A cidade de São Paulo registrou 767 quilômetros de lentidão no trânsito às 18h30 desta terça-feira (3), em meio à greve que paralisou as linhas do Metrô e da CPTM, de acordo com dados da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) em parceria com o aplicativo de mobilidade Waze.

    O número está 15% acima da média para o horário – de 664 quilômetros –, no entanto, está longe de ser um recorde. No dia 15 de setembro, por exemplo, foram registrados 1.350 quilômetros de lentidão na cidade às 18h30.

    No horário de pico da manhã, foram registrados 598 quilômetros de lentidão às 8h, cerca de 7% acima da média horária.

    A maior discrepância no tráfego desta terça-feira foi registrada antes do horário de pico da manhã começar. Os trabalhadores devem ter saído mais cedo de casa, prevendo a lentidão causada pela greve no transporte público, e às 6h da manhã São Paulo já tinha 118 quilômetros de lentidão, 368% a mais que a média de 25 quilômetros que costuma ser registrada nesse horário.

    Após as 10h da manhã, o trânsito ficou próximo da média registrada em outros dias, inclusive com menos lentidão que o normal entre 13h e 17h30.

    Por conta da paralisação, o rodízio de veículos foi suspenso pela prefeitura de São Paulo, que ainda determinou que toda a frota de ônibus esteja rodando durante todo o dia, e ampliou o itinerário ou reforçou as frotas de algumas linhas municipais de ônibus.

    Veja quais linhas seguem paralisadas

    Seguem paralisadas, sem perspectiva de retomada:

    • Linha 1–Azul (Metrô)
    • Linha 2–Verde (Metrô)
    • Linha 3–Vermelha (Metrô)
    • Linha 15–Prata (Metrô)
    • Linha 10–Turquesa (CPTM)
    • Linha 12–Safira (CPTM)
    • Linha 13–Jade (CPTM)

    Operam parcialmente:

    • Linha 7–Rubi (CPTM): de Luz até Caieiras (Operação Parcial)
    • Linha 11–Coral (CPTM): de Luz até Guaianases (Operação Parcial)

    Pouco antes das 15h, a linha 9-Esmeralda, de gestão privada da ViaMobilidade, teve a operação paralisada entre as estações Morumbi e Osasco por uma falha no sistema de energia. Ela voltou a operar por via única nesse trecho.

    Estão em funcionamento:

    • Linha 4–Amarela (ViaQuatro): de Vila Sônia até Luz
    • Linha 5–Lilás (ViaMobilidade): de Capão Redondo até Chácara Klabin
    • Linha 8–Diamante (ViaMobilidade): de Itapevi até Júlio Prestes

    *Publicado por Fernanda Pinotti