Corpos de Marília Mendonça, tio e produtor deixam funerária em Minas Gerais

Artista de 26 anos morreu em acidente aéreo nesta sexta; corpo será velado em Goiânia neste sábado (6)

Rafaela Larada CNN

em São Paulo

Ouvir notícia

Os corpos da cantora Marília Mendonça, do produtor Henrique Ribeiro, do tio e assessor da cantora, Abicieli Silveira Dias Filho, deixaram a funerária na manhã deste sábado (6) na cidade de Caratinga, em Minas Gerais.

O corpo da artista será velado em Goiânia, a partir das 9h. O velório da cantora será no ginásio Goiânia Arena, de acordo com o governador de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM). Segundo a assessoria de comunicação da artista, a despedida será aberta ao público das 13h às 16h.

Marília Mendonça morreu, aos 26 anos, nesta sexta-feira (5), em um acidente de avião, segundo o Corpo de Bombeiros de Minas Gerais. A cantora viajava para cumprir a agenda de shows quando a aeronave caiu em curso d’água próximo da rodovia BR-474, na cidade de Piedade de Caratinga, no Vale do Rio Doce, no oeste de Minas. O piloto Geraldo Martins de Medeiros e o copiloto, Tarciso Pessoa Viana morreram no acidente.

Os corpos do piloto e copiloto ainda não foram liberados e as informações sobre sepultamento e velório não serão divulgadas.

Segurança reforçada

O acidente

O acidente aconteceu em Piedade de Caratinga, no Vale do Rio Doce, no oeste de Minas Gerais. O avião caiu a uma distância de três quilômetros do aeroporto de Caratinga, cidade onde a cantora faria um show.

A aeronave caiu em um curso d’água próximo de um acesso da rodovia BR-474. A Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig) informou que o avião bateu em um cabo de uma torre distribuição de energia da companhia em Caratinga.

A Força Aérea Brasileira (FAB) e a Polícia Civil de Minas Gerais investigam o acidente.

Mais Recentes da CNN